carregando
F1

De Antonio Banderas a documentário: o melhor de Senna nos cinemas

Separamos as quatro melhores produções sobre Ayrton Senna. São filmes que agradam tanto o fã mais fanático quanto a alguém que queira apenas conhecer mais sobre o tricampeão da F1, que perdeu a vida em um grave acidente há 26 anos. E ainda tem uma curiosa história sobre do longa-metragem que (até agora) nunca existiu

GRANDE PRÊMIO / RENAN MARTINS FRADE, de São Paulo
Era um dia 1º de maio, como hoje. O ano? 1994. Quase impossível pensar em alguém que não saiba o que aconteceu: Ayrton Senna perdeu a vida após um trágico acidente na curva Tamburello, no circuito de Ímola, na Itália. Tudo registrado ao vivo e a cores. 
 
No cinema, no entanto, as coisas são um pouco mais diferentes. Todos estão vivos e bem quando ao alcance de um clique no botão de play. No caso de Senna, existem alguns documentários e filmes que permitem reviver ou conhecer um pouco mais do brasileiro morto há exatos 26 anos, ainda que sejam poucos perto da importância que o piloto teve para o esporte. 
 
Por isso, separamos aqui uma lista definitiva dos melhores filmes e que você pode assistir em casa, nas plataformas de streaming - o que vem bem a calhar em um momento no qual precisamos, também, respeitar o isolamento social. E ainda tem um bônus, a história do filme que nunca aconteceu - e que quase teve o espanhol Antonio Banderas como Senna. Isso só não aconteceu por culpa do Sylvester Stallone...

A Era dos Campeões ⭐⭐⭐


Entre 1970 e 1994, o Brasil esteve no centro do automobilismo mundial. Afinal, Emerson Fittipaldi, Nelson Piquet e Ayrton Senna fizeram grandes carreiras neste período, culminando com os títulos mundiais de 1972, 1974, 1981, 1983, 1987, 1988, 1990 e 1991 - nada menos que oito taças do mundo em 19 anos. A obra é de Cesario Mello Franco e Marcos Bernstein.
 
O documentário ‘A Era dos Campeões’ mergulha nessa fase histórica dos três pilotos, trazendo um foco diferente de ‘Senna’, ou seja, com muitas entrevistas gravadas especialmente para o filme, em um tom mais intimista. Há, também, diversas imagens de arquivo. Falta, por outro lado, um ritmo mais consistente.
 
A produção está disponível para alugar por R$ 4,90 no Apple TV/iTunes. 
 
Meu Amigo Enzo ⭐⭐⭐ 
 

Como um filme de cachorrinho, daqueles que nos faz chorar, tem relação com Ayrton Senna?, você deve estar se perguntando neste momento. Só que a relação é total.
 
O protagonista de ‘Meu Amigo Enzo’, Denny (vivido por Milo Ventimiglia) é um aspirante a piloto que assiste a corridas do passado ao lado do cachorro, o Enzo (com voz do Kevin Costner).
 
Acontece que o grande ídolo do Denny é exatamente Ayrton Senna. Ele assiste por horas e horas às corridas do piloto brasileiro e deixa escancarada a admiração pela a habilidade do tricampeão na chuva - o título original do filme, inclusive, é ‘The Art of Racing in the Rain’, “A Arte de Pilotar na Chuva”, em tradução livre. 
 
O Enzo, diga-se, é um grande pensador, nos fazendo refletir sobre a vida justamente a partir do que ele aprendeu assistindo às corridas.
 
‘Meu Amigo Enzo’ está disponível para comprar ou alugar no Apple TV/iTunes, Google Play, YouTube e Vivo Play. Se você puder esperar um pouco, o longa chega ao Telecine no dia 21 de maio.

Senna ⭐⭐⭐
 

Este é, certamente, o documentário mais conhecido. ‘Senna’ foi lançado nos cinemas em 2010 e é uma produção inglesa, do diretor Asif Kapadia - que dirigiu o ótimo ‘Um Guerreiro Solitário’, com o ator Irrfan Khan, morto nesta semana. Por isso, o longa-metragem foge do tom ufanista muitas vezes visto no Brasil, se atendo mais ao personagem que foi Ayrton Senna.
 
Infelizmente, o documentário cai na armadilha de construir uma ‘jornada do herói’ a partir dos fatos da vida do brasileiro, carregando em cores vilanescas o eterno rival Alain Prost e ignorando totalmente outras importantes disputas da carreira do tricampeão. Além disso, tirando um ou outro registro particular da família Senna, o filme traz quase que basicamente passagens já conhecidas, parte dos vídeos oficiais da própria FOM - empresa detentoras dos direitos de imagens da Fórmula 1. 
 
Ainda assim, o ritmo e a forma como a história é contada nos envolve, e é um interessante começo para se conhecer mais da carreira do piloto. Tudo isso embalado com uma ótima trilha sonora, assinada pelo brasileiro Antonio Pinto, de ‘Cidade de Deus’ e ‘Central do Brasil’.
 
Além de DVD e Blu-ray, você encontra ‘Senna’ para comprar ou alugar no Apple TV/iTunes, NOW, Google Play e YouTube. O longa não está mais na Netflix.

Williams ⭐⭐⭐
 

‘Williams’ é, sem dúvida alguma, um dos melhores documentários sobre automobilismo lançado nos últimos anos. Ainda que produzido em parceria com a própria equipe, o filme traz registros pouco conhecidos e até incômodos de Frank, a filha Claire e a relação na família que dá nome à equipe da Fórmula 1. 
 
A produção não é sobre as histórias de glória, diga-se. O que vale, ali, é a história daquelas pessoas, sobre como elas ultrapassaram todas as dificuldades. E aí que entra também a história de Ayrton Senna. 
 
O longa não se furta a tocar na morte de Senna, inclusive no impacto devastador dentro das paredes da sede em Grove. É tão forte que, em dado momento, Frank diz: “É minha responsabilidade, ele estava em um carro feito por nós”.
 
Esse está disponível para assistir na Netflix. 

O filme que nunca aconteceu
 
A principal ausência desta lista, curiosamente, é o filme que nunca foi feito. Já em 1996, a própria família Senna negociava os direitos de adaptação da história de Ayrton para a tela grande, com Viviane Senna liderando essas conversas - com ela mesma cogitando o ator Antonio Banderas como protagonista. 
 
No entanto, o projeto não saiu do papel naquela época por culpa de Sylvester Stallone. O ator, produtor e diretor americano lançou, em 1999, o filme ‘Alta Velocidade’, que se passava nas pistas da CART - categoria resultante da cisão da Indy, na época. O longa foi um desastre de crítica e de público, o que afastou os grandões de Hollywood de qualquer projeto relacionado a automobilismo. E Banderas foi ficando velho para o papel - o espanhol é apenas quatro meses e meio mais jovem que o brasileiro. 
 
"Eu gostava muito do Ayrton, de sua vida no esporte e em sua vida particular, mas no momento que surgiu o convite eu estava fazendo o musical ‘Evita’. Eu saí de Buenos Aires e conheci Viviane Senna e estava muito aberto a conversar”, explicou o ator espanhol em 2011 no programa ‘Mais Você’, da TV Globo. “Eu estava mais próximo à idade do Ayrton naquela época. Hoje em dia não estou mais", disse, justificando porque não poderia mais fazer o papel. 
O ator espanhol Antonio Banderas foi cotado para viver Ayrton Senna no cinema (Foto: Reprodução/Instagram)
Anos depois, o projeto do filme voltou a circular por Hollywood. Em 2012, o brasileiro Rodrigo Santoro disse em entrevista ao site ‘Collider’ que estava “em conversas” com a família Senna. “Eles estão trabalhando [no roteiro]”, comentou o ator. “Já tem alguma coisa, como uma estrutura. Eles estão tentando descobrir como seguir com isso. É um projeto realmente grande. Para o Brasil, é o maior de todos.” 
 
Depois de mais alguns anos do que o americanos chamam de “development hell” (“inferno do desenvolvimento”, em tradução livre), o projeto voltou a pintar em 2019. Como noticiado pela ‘Folha de S.Paulo’ há quase um ano, o Instituto Ayrton Senna fechou uma parceria para rodar o longa-metragem de ficção com a produtora paulista Gullane - que tentava encontrar financiadores no Festival de Cannes do ano passado.
 
Nunca mais houve notícias sobre a produção - e a atual pandemia da covid-19, que fechou cinemas em todo o mundo e adiou diversos eventos (inclusive o Festival de Cannes), deve adiar ainda mais um eventual filme… 


Paddockast #58
COMO SERIA O GRID DA F1 SEM PILOTOS DA F1?


Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.