F1

De Mercedes, Russell bate Pérez nos minutos finais e fecha na frente segundo dia de testes coletivos no Bahrein

Do carro mais lento para um dos mais rápidos do grid, George Russell aproveitou bem a chance de guiar pela Mercedes nesta quarta-feira (3) e, com seu melhor tempo sendo feito nos minutos finais, superou Sergio Pérez e terminou como o mais rápido do dia no Bahrein. Sebastian Vettel foi o terceiro e Mick Schumacher, sexto

Grande Prêmio / FERNANDO SILVA, de Sumaré

Dono daquele que é hoje o pior carro da F1, George Russell teve a chance de mudar de ares e trocar a Williams pela Mercedes nesta quarta-feira (3) que marcou o último dia de testes coletivos no circuito de Sakhir, no Bahrein. E o jovem britânico não decepcionou. Com o tempo de 1min29s029 estabelecido nos minutos finais, Russell superou a Racing Point de Sergio Pérez para registrar o melhor tempo da sessão de testes dias depois da segunda etapa da temporada 2019.

Durante praticamente todo o dia, coube a Sebastian Vettel liderar a sessão de testes nesta tarde no Bahrein. O alemão só foi batido pela Racing Point de Pérez com cerca de 1h15min para o fim dos trabalhos na quarta-feira, e depois por Russell. Foi neste período que outros pilotos também melhoraram suas marcas, como Carlos Sainz e Daniil Kvyat, que terminaram em quarto e quinto, respectivamente. Mick Schumacher, que desta vez guiou pela Alfa Romeo em Sakhir, foi o sexto.

Pietro Fittipaldi, por exemplo, só acelerou pela manhã, tendo a chance de ganhar mais alguma quilometragem com o carro da Haas. O brasileiro foi o quinto colocado pela manhã antes de entregar o volante do VF-19 a Romain Grosjean. No fim do dia, Pietro fechou em 12º lugar, logo atrás de Fernando Alonso, que voltou à pista nesta tarde para mais uma etapa do trabalho em conjunto com a Pirelli para desenvolver os pneus de 2020.

Agora a F1 faz uma breve pausa para voltar a se reunir no próximo fim de semana do GP da China, entre 12 e 14 de abril. A prova marca o histórico 1.000º GP da história da categoria.
George Russell foi o mais rápido da sessão de testes coletivos no Bahrein (Foto: Bahrain International Circuit/Twitter)
Saiba como foi a quarta-feira de testes coletivos da F1 no Bahrein
 
Se a terça-feira foi dos veteranos na pisca, exceção feita a Mick Schumacher, a quarta-feira que fechou a sessão de testes coletivos em Sakhir teve um misto de pilotos titulares e novatos. A Ferrari escalou Sebastian Vettel, enquanto a Mercedes optou por chamar George Russell, que teve o gosto de pilotar o carro vencedor do domingo depois de amargar as últimas colocações em todo o fim de semana com a Williams.
 
Sensação da terça-feira de testes com a Ferrari, ao terminar na segunda colocação, Mick Schumacher trocou de boxes nesta quarta-feira e acelerou o Alfa Romeo C38. Desta vez, com o numeral #36.
 
Na Red Bull, o destaque ficou para a primeira vez de Dan Ticktum, visto como novo pupilo taurino, a bordo de um carro de F1. Na Renault, o escolhido para os testes desta quarta-feira foi outro novato, Jack Aitken, enquanto a Haas promoveu o retorno de Pietro Fittipaldi no cockpit do VF-19 pela manhã, com Romain Grosjean voltando ao carro preto e dourado à tarde.
 
Na Racing Point, somente os titulares testaram: Lance Stroll foi à pista pela manhã, com Sergio Pérez encerrando os trabalhos depois do almoço. Já na Williams, quem comandou as atividades foi Nicholas Latifi, piloto de desenvolvimento da equipe e vencedor da primeira corrida do ano na F2, no sábado.
Sebastian Vettel liderou a maior parte do dia em Sakhir (Foto: Sky Sports/Twitter)
McLaren e Toro Rosso foram as únicas a contar com dois carros na sessão, tudo por conta de um trabalho específico de testes com os protótipos de pneus da Pirelli para 2020. Na McLaren, Lando Norris, um dos destaques do GP do Bahrein, acelerou durante todo o dia na programação normal, com Carlos Sainz acelerando pela manhã, e Fernando Alonso à tarde, nos trabalhos com a Pirelli. Na Toro Rosso, Alexander Albon seguiu na pista, enquanto Daniil Kvyat desenvolveu os protótipos para a fornecedora italiana.
 
Diferente do primeiro dia, não houve qualquer sinal de chuva nesta quarta-feira no Bahrein, com o clima voltando à normalidade no deserto. Dentro da pista, também tudo conforme o figurino, com Ferrari e Mercedes à frente das demais, pelo menos nas primeiras horas de trabalhos de pista. Vettel assumiu a liderança do treino ainda na primeira hora, melhorando pouco depois com volta feita em 1min29s319.
 
Três dias depois de pilotar o pior carro do grid, George Russell teve a chance de guiar um dos melhores, no caso, a Mercedes. E o prodígio britânico não decepcionou, andando por muito tempo na segunda colocação no período da manhã, com seu melhor tempo sendo feito em 1min30s373. Até que, perto de 13h locais, Lance Stroll emendou uma série de voltas rápidas com o carro da Racing Point até marcar 1min30s049 e tomar de Russell a segunda colocação.
Pietro Fittipaldi teve uma boa manhã com a Haas (Foto: Haas/Twitter)
Fittipaldi fez uma boa manhã de testes e se colocou na quinta colocação após 41 voltas completadas, marcando 1min31s209 na melhor delas, superando, por exemplo, a dupla da McLaren, com Norris e Sainz, e Mick Schumacher, que tinha 1min32s296 como melhor tempo no primeiro período.

Depois da pausa não-oficial para o almoço — na verdade, não há bandeira quadriculada, mas as equipes fazem um tempo voluntário de parada —, algumas mudanças foram feitas no line-up para a sequência dos trabalhos à tarde. Alonso voltou ao cockpit da McLaren no lugar de Sainz, enquanto Grosjean assumiu o volante da Haas em substituição a Pietro Fittipaldi. E Pérez cuidou dos trabalhos de pista da Racing Point no lugar de Stroll.

No início do segundo período, justamente Pérez foi um dos que fez bons tempos, subindo para a quinta colocação com 1min30s996. Mick Schumacher também superou a marca estabelecida por Fittipaldi pela manhã, avançando para sexto com 1min31s113 e 50 voltas completadas. Mas de todos, quem tinha mais voltas completadas era Alexander Albon, beirando a contagem centenária com 2h30min para o fim da sessão.
Mick Schumacher desta vez vestiu o macacão da Alfa Romeo (Foto: Sky Sports/Twitter)
Com o desenrolar da tarde, Albon passou tranquilamente das 100 voltas, assim como seu companheiro de equipe, Kvyat, embora os dois com programas de testes bem distintos. Outros pilotos melhoravam substancialmente seus tempos de volta, como Pérez, que superou o colega de Racing Point Stroll para anotar o segundo tempo do dia: 1min29s649 após 26 voltas completadas. Outro que melhorava bem e mostrava bom trabalho era Schumacher, subindo para terceiro com a Alfa Romeo: 1min29s998, também deixando Stroll para trás.

Em seguida, outras duas mudanças bem significativas na tabela de tempos. Primeiro foi a vez de Pérez colocara Racing Point na liderança da sessão, retirando Vettel de uma longa dianteira na tabela de tempos. O mexicano registrou 1min29s095, quase 0s3 mais rápido em relação ao piloto da Ferrari na sequência do seu turno à tarde.
 
Pouco depois, foi a vez de Kvyat levar a Toro Rosso ao terceiro lugar com o protótipo de pneus para 2020 na F1. Pérez, Vettel, Kvyat e Schumacher eram os únicos dentre os 15 pilotos com tempos abaixo de 1min30s.

Na hora final, substituição na McLaren: Norris deu lugar a Sainz, que voltou a acelerar nesta quarta-feira, mas com os pneus atuais da F1, enquanto Alonso finalizava os trabalhos com os protótipos de 2020. Carlos pisou fundo no fim dos trabalhos e colocou a McLaren em terceiro lugar, só atrás de Pérez e Vettel, com 1min29s765 para o espanhol. Ainda não era o fim e restavam alguns minutos, que foram bem aproveitados por Russell. Disposto a mostrar o potencial apagado pela má performance do carro da Williams, o britânico acelerou para colocar a Mercedes na frente com 1min29s029, superar Pérez e terminar os trabalhos no Bahrein com o melhor tempo da semana.

F1 2019, Bahrein, Testes coletivos, Dia 2

1 G RUSSELL Mercedes 1:29.029   101
2 S PÉREZ Racing Point Mercedes 1:29.095 +0.066 61
3 S VETTEL Ferrari 1:29.319 +0.290 103
4 C SAINZ JR McLaren Renault 1:29.765 +0.736 81
5 D KVYAT Toro Rosso Honda 1:29.911 +0.882 111
6 M SCHUMACHER Alfa Romeo Ferrari 1:29.998 +0.969 70
7 A ALBON Toro Rosso Honda 1:30.037 +1.008 143
8 L STROLL Racing Point Mercedes 1:30.049 +1.020 35
9 D TICKTUM Red Bull Honda 1:30.856 +1.827 135
10 R GROSJEAN Haas Ferrari 1:30.903 +1.874 87
11 F ALONSO McLaren Renault 1:31.006 +1.977 69
12 P FITTIPALDI Haas Ferrari 1:31.209 +2.180 48
13 L NORRIS McLaren Renault 1:31.303 +2.274 72
14 J AITKEN Renault 1:31.500 +2.471 103
15 N LATIFI Williams Mercedes 1:32.198 +3.169 100