F1

De volta ao pódio após quase dois anos, Grosjean fala em fim de semana incrível: “Eu nem acredito”

Romain Grosjean está de volta ao pódio - algo que não conseguia desde o GP dos Estados Unidos de 2013. Uma bela exibição e alguma sorte o garantiram o terceiro lugar e uma festa do francês e da Lotus
Warm Up / PEDRO HENRIQUE MARUM, do Rio de Janeiro
 Pilotos comemoram no pódio (Foto: AP)

Depois de quase dois anos, Romain Grosjean voltou a um pódio da F1. A Lotus deu, no GP da Bélgica deste domingo (23), um brilhareco que remeteu àquela equipe que foi uma força em 2013. Numa prova que já vinha muito forte do francês, a mostra final foi pressionar Sebastian Vettel pela terceira colocação no choro do relógio. Sem que ele precisasse passar, o pneu da Ferrari cedeu.
 
A punição que mandou Romain para o nono lugar na posição de largada o colocou em disputa com o companheiro Pastor Maldonado nas voltas iniciais. Pastor teve problemas de motor e abandonou. Mais rápido que quem vinha à frente, Grosjean foi forçando. Felipe Massa já ficara para trás, mas o ritmo foi sendo recompensado com alguma sorte.
Romain Grosjean comemora um incrível pódio em Spa-Francorchamps (Foto: AP)
A Williams errou com Valtteri Bottas, que acabou punido, e Daniel Ricciardo deu muito azar no que era uma bela corrida. Sergio Pérez, por sua vez, não conseguiu se manter na frente. Com isso, Grosjean era o quarto, atrás de Vettel. O alemão tinha parado apenas uma vez e o pneu não resistiu - estourou.

"Foi um fim de semana incrível para nós. Eu nem acredito que estamos no pódio. Esse pódio tem sabor de vitória para nós", disparou um Grosjean que correu e pulou nos braços dos mecânicos ao fim da prova.
 
A F1 volta em duas semanas, em 6 de setembro, com o que pode ser o derradeiro GP da Itália em Monza. Em 2014, Lewis Hamilton venceu por lá. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e EM TEMPO REAL.