F1

De volta, Kubica vai ter de se provar desde primeiro dia de testes. Mas ele é a melhor opção?

O polonês, contratado pela Williams para ser um dos titulares no ano que vem, regressa ao grid depois de oito anos após ter sofrido um acidente que quase o matou. No Paddock GP, os jornalistas do GRANDE PRÊMIO questionam se a opção pelo piloto de 33 anos foi a mais acertada
Warm Up / Redação GP, de Sumaré
 Robert Kubica (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Robert Kubica está de volta. O polonês de 33 anos foi confirmado pela Williams como titular na temporada 2018 do Mundial de F1, formando dupla com o prodígio britânico George Russell. Ainda que seu regresso ao esporte seja bastante representativo por conta do drama vivido após o acidente no Rali Ronde di Andora, que quase o matou em fevereiro de 2011, a capacidade física do piloto surge como uma incógnita. Você o contrataria para sua equipe na F1? Pois ASSISTA.