Decepcionado com décimo lugar no grid, Button mostra pessimismo na Austrália: “Vai ser uma tarde difícil”

Longe de ter um bom rendimento em Melbourne, Jenson Button não passou da décima colocação no grid para o GP da Austrália. O britânico mostrou preocupação com o estado dos pneus supermacios que vai usar para iniciar a corrida logo mais em Albert Park

 

 As imagens deste domingo em Melbourne
 A volta virtual em Melbourne, narrada por Alonso
 Especial F1 2013, a temporada que vem com rótulo de imprevisível

2013 começou muito bem para a Red Bull e bastante promissor para a Mercedes. A McLaren, entretanto, parece ter trilhado caminho inverso ao das adversárias e regrediu, pelo menos neste começo de temporada. Dona do melhor carro no começo e no fim do Mundial do ano passado, a tradicionalíssima equipe britânica não conseguiu nada melhor que um décimo lugar no grid do GP da Austrália deste ano, conquistado por Jenson Button agora há pouco, neste domingo (17), no circuito de Albert Park.

O resultado contrasta com a primeira fila dominada pela McLaren no ano passado, quando Lewis Hamilton — hoje na Mercedes — largou na pole, seguido por Button. Sergio Pérez, seu novo companheiro de equipe, foi ainda pior e não conseguiu nada além de um 15º lugar no grid, quatro posições atrás do seu sucessor na Sauber, Nico Hülkenberg.

A vida não anda nada fácil para Jenson Button neste começo de temporada (Foto: Getty Images)

Obviamente, Button ficou decepcionado com a performance na classificação e ressaltou a diferença de mais de 1s em relação ao tempo do nono colocado no grid, o escocês Paul di Resta, da Force India.“Não acho que seria décimo. Quer dizer, o equilíbrio do carro não é tão ruim, só que simplesmente não há ritmo”, esbravejou.

“Ser décimo e ficar a 1s do nono é uma surpresa. Também desgastei muito meus pneus, por isso vai ser uma tarde difícil”, acrescentou Jenson, prevendo uma corrida bastante complicada para os MP4-28 logo mais em Melbourne.

Button foi um dos primeiros a substituir os pneus intermediários pelos supermacios na classificação, tanto no Q2 quanto no Q3. Entretanto, o britânico forçou muito os novos pneus com os quais vai largar daqui a pouco, e, por isso, se mostrou pessimista com as primeiras voltas no GP da Austrália.

“Não sei quantas voltas vou conseguir completar com os supermacios. Parece que ele está pronto para ir para o lixo. Todo mundo tem granulação nos dianteiros. Só acho que o meu caso é pior, já que completei mais voltas”, lamentou o piloto, que, depois do treino, sugeriu que o melhor teria sido sequer ir à pista no Q3. “Nós deveríamos ter feito algo a mais, talvez não devêssemos ir à pista. Destruímos um pouco os pneus. Mas nós somos pilotos e queremos ver o que podemos fazer”, encerrou Button, resignado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube