F1

“Decepcionado pela Ferrari”, Leclerc parabeniza Verstappen por vitória na Áustria

Mesmo muito sentido pela forma como perdeu a chance de vencer pela primeira vez na F1, Charles Leclerc preferiu a gentileza com Max Verstappen, dono do triunfo neste domingo (30) no Red Bull Ring. Por sua vez, o holandês entende que a atuação em Spielberg foi a melhor da carreira

Grande Prêmio / Redação GP, de Sumaré
 
Por meio das redes sociais, o monegasco, segundo colocado na corrida em Spielberg depois de perder a liderança para Verstappen com duas voltas para o fim da prova, lamentou por não ter conseguido traduzir em conquista o domínio imposto ao longo de todo o fim de semana.
 
Leclerc largou na pole-position e liderou praticamente toda a corrida, mas acabou sofrendo com a perda de performance dos pneus duros na fase final da prova, enquanto Verstappen fez uma grande prova de reação. 
Max Verstappen foi parabenizado por Charles Leclerc na Áustria (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Depois de ter feito uma largada ruim e cair de segundo para sétimo, Max conseguiu escalar o pelotão e tirou o melhor proveito dos compostos duros, fez grandes manobras de ultrapassagem sobre Sebastian Vettel e Valtteri Bottas e, no giro 69, entrou por dentro da curva 3 para superar Leclerc e sair com a vitória na Áustria, para delírio da enorme torcida holandesa nas arquibancadas do circuito taurino.
 
Charles foi breve sobre o assunto, mas lamentou por não ter conseguido ir além do segundo lugar neste domingo. “Dei tudo. Decepcionado pela equipe, mas não poderíamos ter feito muito melhor”, disse. O monegasco mostrou todo o seu espírito esportivo ao reconhecer o triunfo do piloto da Red Bull. “Parabéns pela vitória, Verstappen”, escreveu.
 
Por outro lado, Verstappen revelou que não foi fácil ter enfrentado toda a indefinição, que durou pouco mais de três horas, antes da confirmação da sua vitória. “As últimas horas foram muito estressantes, mas acho que eles tomaram a decisão correta. Também pelo esporte. Estou muito feliz, claro”, declarou o piloto da Red Bull em entrevista a Paul di Resta, piloto e comentarista do canal britânico Sky Sports.
 
Questionado se esta foi a maior atuação da sua carreira, Verstappen respondeu de forma positiva. “Acho que sim. Foi muito empolgante e nós simplesmente aceleramos ao máximo”, concluiu.

Paddockast #23
Lágimas em Le Mans



Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experiências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.