Declaração de Fry sobre atuação na classificação na Índia despertou ira de Alonso, diz jornal

De acordo com o jornal italiano ‘La Stampa’, Fernando Alonso quase perdeu a cabeça após declarações dadas por Pat Fry, diretor-técnico da Ferrari, depois da classificação em Buddh

 

A Ferrari precisou contornar uma crise no último fim de semana. Segundo a publicação italiana ‘La Stampa’, Fernando Alonso quase perdeu a cabeça por conta de declarações dadas por Pat Fry, diretor-técnico da Ferrari, após o treino classificatório em Buddh.
 
O dirigente responsabilizou Alonso e Felipe Massa pelo quinto e sexto postos, respectivamente, no grid indiano. “Os resultados refletem nosso atual potencial”, disse Fry. “Mas, para estarmos onde gostaríamos e onde nós éramos capazes de estar, precisávamos ser perfeitos hoje e não fomos.”
Alonso não gostou nada das declarações de Fry na Índia (Foto: Ferrari/ Ercole Colombo)

De acordo com o ‘La Stampa’, Alonso não gostou nada das declarações de Fry e “ficou furioso”.
 
“[Stefano] Domenicali tentou acalmá-lo, mas a discussão continuou até 1h da manhã”, relatou a publicação. 
 
Ainda segundo o diário, Alonso chegou a escrever no Twitter: “Quero que meu 1.2 milhão de seguidores saibam que os componentes aerodinâmicos chave da Ferrari ainda são os mesmos que eram em maio.”
 
O ‘La Stampa’ afirma, entretanto, que “foi difícil persuadir Alonso a não apertar o botão enviar.”
 
Em entrevista ao diário italiano ‘La Gazzetta dello Sport’, Luca di Montezemolo, presidente da Ferrari, reconheceu que “Alonso está certo em pressionar os engenheiros".

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube