Delegado de segurança da FIA visita Interlagos para avaliar andamento das reformas no palco do GP do Brasil

GP do Brasil vai acontecer em 9 de novembro como penúltima etapa do Mundial de F1. Até lá, Interlagos ganhará novo asfalto, nova entrada de box e outras melhorias

Diretor de provas do Mundial de F1 e delegado de segurança da FIA, Charlie Whiting visitou nesta quinta-feira (11) o Autódromo José Carlos Pace para vistoriar as obras que estão sendo realizadas visando o GP do Brasil de 2014.

Teve início em julho a primeira fase da grande reforma pela qual Interlagos passará para se modernizar e se adequar aos padrões exigidos atualmente pela F1. Para a corrida deste ano, marcada para 9 de novembro, a pista ganhará um asfalto completamente novo, nova entrada e saída de boxes e o começo da preparação do terreno para a segunda fase das obras, prevista para 2015.

#GALERIA(5023,78407)
Whiting elogiou o trabalho que está sendo realizado no circuito paulistano. “Confio muito no trabalho da Prefeitura Municipal de São Paulo e nos engenheiros da organização do GP do Brasil, cuja experiência não tem igual”, disse o inglês.

“Várias soluções desenvolvidas aqui, como as delicadas ranhuras, que ajudam a drenar a pista, acabaram sendo adotadas em autódromos de outros países, por minha indicação”, afirmou.

O britânico agendou junto aos responsáveis pela reforma visitas periódicas para acompanhar a segunda fase da reforma, quando o prédio dos boxes será completamente modificado, e o paddock, ampliado.



Pacote GRANDE PRÊMIO para o GP de Abu Dhabi de F1: 
Consulte já as condições especiais para ver a decisão do campeonato

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube