Dennis aposta em boas corridas e dinâmica alternada na F1 em 2014: “Será como a tartaruga e a lebre”

Animado com novas regras, presidente de honra da McLaren prevê alternância no domínio entre as primeiras corridas e o restante do Mundial, "com uma ou duas provas de domínio de alguém", disse. "Mas acho que quando as coisas estabilizarem, isso mudará"

 
Ron Dennis, presidente de honra da McLaren, vê com bons olhos o atual estágio que a F1 vive por conta das grandes mudanças de regulamento que enfrenta para 2014.
 
Para o experiente dirigente britânico, as profundas modificações em quase todos os sistemas – desde motor e câmbio a aerodinâmica – provocarão corridas com dinâmicas diferentes e, por consequência, um Mundial cuja disputa ele classificou como a clássica fábula da corrida entre a tartaruga e a lebre.
 
A metáfora – famosa pelo sucesso da tartaruga, que viu a lebre disparar na frente, parar para descansar e perder a corrida entre ambos – foi usada tanto para a hierarquia das primeiras corridas quanto para o andamento do campeonato como um todo.
 
“A F1 tem uma grande audiência, e todos nós temos de ter certeza de que haverá uma boa corrida. Os ingredientes podem mudar”, afirmou Dennis.
 
“Prevejo uma temporada de tartaruga e lebre”, prosseguiu. “Acho isso por dois motivos: um é a confiabilidade dos carros perto da parte final das primeiras corridas, e o outro por conta do consumo de combustível e do desgaste dos pneus.”
Ron Dennis contente (Foto: Getty Images)

“Essas primeiras corridas gerarão um grande contraste, com uma ou duas provas de domínio de alguém. Mas acho que quando as coisas estabilizarem, isso mudará. Posso estar errado, mas essa é a minha previsão. Acho que vai ser muito interessante”, explicou.
 
Dennis também comentou a respeito da possível saída de Bernie Ecclestone do comando da categoria. O chefão da F1 enfrenta julgamento sob acusação de suborno e, caso seja condenado, pode ser preso e deixar de executar suas funções como presidente da FOM.
 
“Ninguém é imortal. A realidade é que haverá um momento em que Bernie não estará aqui para cuidar da F1”, afirmou o presidente de honra da McLaren, prático e objetivo como sempre. “Nada é mais certo do que isso: as coisas vão mudar, por uma razão ou outra.”
 
“A F1 vai sobreviver a isso? Bem, ela mudará sua forma. Mas será que vai sobreviver? Sim, 100 por cento”, encerrou o britânico.
 
A temporada 2014 começa no próximo domingo (16) com o GP da Austrália.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube