“Dentro do tolerável”: FIA explica não punição a Vettel por queima de largada

A FIA (Federação Internacional de Automobilismo) explicou a razão pela qual não puniu Sebastian Vettel pela queima de largada no GP do Japão. A entidade disse que o erro do alemão estava dentro dos limites de tolerância para esses casos

Pole do GP do Japão, Sebastian Vettel foi alvo de uma investigação dos comissários de prova logo no início da corrida, deste domingo (13), em Suzuka. A suspeita era de queima de largada. De fato, o alemão teve um péssimo início e acabou sendo superado por Valtteri Bottas logo nos primeiros metros da reta principal do circuito japonês.
 
Os homens da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) analisaram o vídeo da largada e, embora Vettel tenha realmente movimentado o carro pouco antes de as luzes se apagarem, decidiram que o incidente não merecia nenhuma punição, uma vez que o deslocamento feito pela SF90 #5 estava dentro das margens de tolerância previstas pelo regulamento.
Sebastian Vettel movimenta o carro antes do apagar das luzes (Foto: Reprodução/TV)
Vettel reconheceu o erro e disse que "perdeu o momento" do apagar das luzes. A FIA também explicou a razão para não intervir. "Os comissários revisaram os vídeos. O aviso de que a largada tinha sido antecipada veio do transponder aprovado pela FIA e que é usado em todos os carros", disse a nota da entidade.
 
"Enquanto os vídeos mostram um certo movimento, esse movimento está dentro das margens de tolerância do sistema de partida da F1, que define a queima de largada no artigo 36.13 (a) do Regulamento Esportivo."
 
O incidente envolvendo Vettel, portanto, se revela diferente do caso de Kimi Räikkönen, em Sóchi, quando o finlandês foi punido pela queima de largada. Lá na Rússia, o piloto da Alfa Romeo avançou um metro antes de parar novamente. Pelas imagens, Vettel não chegou a ir além de sua posição no grid, de acordo com a entidade.
 
Vettel terminou a corrida nipônica na segunda colocação, depois de segurar as investidas de Lewis Hamilton na parte final da prova. 

A Fórmula 1 retorna agora daqui a duas semanas, com o GP do México, o 18º da temporada 2019. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL

Paddockast #37
GRANDES RIVALIDADES INTERNAS 

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube