Desapontado com sexto lugar no grid, Alonso traça como nova meta chegar à frente de rivais pelo título

Bicampeão esteve longe da disputa pela pole-position e ficou 0s948 atrás do tempo de Nico Rosberg, primeiro colocado no grid. Reconhecendo ter poucas chances de vitória no Principado, espanhol afirmou que é possível superar Vettel e Räikkönen durante a corrida

Siga o GRANDE PRÊMIO                     Curta o GRANDE PRÊMIO

Fernando Alonso não disfarçou sua decepção com o resultado na classificação para o GP de Mônaco, sexta etapa da temporada 2013 da F1. O ferrarista conseguiu apenas a sexta posição no grid de largada, quase 1s atrás do tempo do pole, Nico Rosberg.
 
Desapontado, o espanhol admitiu que as chances de conquistar sua terceira vitória no Principado diminuíram muito.
Fernando Alonso larga apenas em sexto no GP de Mônaco  (Foto: Getty Images)
As imagens do sábado de F1 em Monte Carlo 
Acompanhe a cobertura do GP de Mônaco no GRANDE PRÊMIO
Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

"Eu acho que vai ser difícil amanhã", lamentou. "Não é a melhor posição de largada se você quer lutar pela vitória na corrida. Nada é impossível na F1, mas é muito improvável que a gente lute pela vitória amanhã", disse.

 
Reconhecendo ter poucas chances de triunfar, Alonso traçou como nova meta chegar à frente de seus principais adversários no duelo pelo título de 2013: Sebastian Vettel e Kimi Räikkönen. O alemão parte na terceira posição, enquanto o finlandês parte em quinto.
 
"O segundo objetivo principal é terminar na frente dos nossos concorrentes no campeonato, no caso Kimi e Sebastian, e isso talvez seja possível. Largo na mesma fila que Kimi e Vettel está apenas uma fila à frente, portanto, com uma boa estratégia e uma boa largada, podemos fazê-lo", completou.
 
A largada para o GP de Mônaco está marcada para as 9h deste domingo (26).

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube