Di Resta exalta atuação da Force India e confia em extrair melhor performance do VJM06 em Mônaco

Feliz com o desempenho da Force India nas primeiras provas da temporada 2013 da F1, Paul di Resta acredita que será possível extrair uma melhor performance do VJM06 em Mônaco

Paul di Resta afirmou que ficou muito satisfeito com o sétimo lugar conquistado no GP da Espanha, mas se mostrou confiante em melhorar o desempenho o VJM06 com as atualizações que serão levadas pela Force India para a etapa de Mônaco.
 
Embalado pelo resultado do ano passado, quando foi sétimo após largar em 14º, di Resta colocou como meta permanecer na zona de pontuação na corrida deste fim de semana. 
Di Resta destacou poder de reação da McLaren, mas elogiou Force India (Foto: DTM)
“Nós estamos bastante felizes com o resultado final na Espanha: com o tempo limitado que tivemos no carro e com o problema na asa móvel mais tarde na corrida, foi bom sair com a sétima posição”, considerou o companheiro de Adrian Sutil. “Em relação a próxima corrida, ter mais tempo para otimizar o carro com atualizações deve permitir que nós extraiamos ainda mais performance dele”, ponderou. 
 
“Mônaco foi uma corrida gratificante para nós no ano passado e nós vamos tentar ir para lá e continuar nossa sequência de provas na zona de pontuação”, continuou. 
 
Por morar em Mônaco, Paul vê a corrida como sua prova de casa e destacou que é bom ter a chance de ter sua família por perto no fim de semana. “É realmente interessante ver como o lugar fica movimentado quando a corrida está na cidade e a atmosfera que é construída ao longo da semana”, apontou. 
 
“Correr perto de casa é realmente bom, porque posso voltar para casa toda noite. Durmo na minha própria cama e posso curtir o meu espaço”, destacou. “É também uma chance para a minha família e amigos virem ficar comigo e, quando o clima é bom, não há lugar melhor”, opinou. 
 
Por fim, di Resta comentou a situação da Force India no Mundial. A equipe de Vijay Mallya ocupa a quinta colocação no Mundial de Construtores, com 32 pontos, e está um posto à frente da McLaren, que acumula 29 pontos. O piloto destacou o poder de reação do time de Woking e se mostrou satisfeito pelo time estar à frente de seus rivais tradicionais. 
 
“McLaren é uma equipe forte e eles vão continuar melhorando, mas nas corridas até aqui nós temos lutado com eles e geralmente temos sido mais rápidos”, lembrou. “Realisticamente, no entanto, estamos fazendo um ótimo trabalho batendo regulamente os nossos rivais – Sauber, Williams e Toro Rosso. Nossa força tem sido a nossa consistência – temos tido boas performance em todas as corridas até aqui e olhamos para os domingos com confiança”, concluiu. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube