Diretor da Mercedes busca evolução e quer time "significativamente melhor" a partir de Mônaco

Toto Wolff reconheceu que bom desempenho em sessões classificatórias pode ser importante nas ruas de Monte Carlo, mas o trabalho maior é em busca da melhor administração do consumo de pneus, ponto fraco dos carros da escuderia prateada

 
A Mercedes segue buscando uma forma de administrar melhor o desgaste dos pneus Pirelli, visando melhorar seu ritmo durante as corridas. Imbatível em três das cinco sessões classificatórias realizadas em 2013, a equipe prateada sucumbe à má gestão dos compostos italianos ao longo dos GPs.
 
No entanto, após três poles nas últimas três etapas, as estreitas ruas de Mônaco, palco da sexta etapa do campeonato, podem se tornar a redenção do time alemão. Conseguir uma boa posição de largada em Monte Carlo costuma ser determinante no resultado final.
 
Toto Wolff, diretor-executivo da Mercedes, reconhece a importância do fato, mas não muda o foco: a prioridade segue sendo encontrar uma solução para o ritmo de corrida do W04.
Mercedes segue em busca de melhor ritmo de corrida em 2013 (Foto: Beto Issa)
 
"Apesar de as ultrapassagens em Mônaco serem difíceis, não podemos nos dar ao luxo de ser complacentes em relação à gestão dos pneus. Teremos que fazer algo significativamente melhor do que em Barcelona, a fim de marcar um bom resultado."
 
"Temos pontuado com apenas um de nossos carros nas últimas três corridas [na verdade, Lewis Hamilton e Nico Rosberg pontuaram no Bahrein]. Isso é algo que temos de melhorar rapidamente, a partir do próximo fim de semana, em Monte Carlo", completou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube