Diretor da Pirelli revela que Red Bull foi única equipe a criticar desempenho dos pneus neste ano

Paul Hembery confirmou que apenas o time liderado por Christian Horner falou mal dos novos compostos. O diretor voltou a reafirmar que é necessário um período de adaptação aos novos pneus

Logo após o GP da Austrália, Christian Horner, chefe de equipe da Red Bull, afirmou que o clima atrapalhou o desempenho dos pneus em Albert Park, e isso causou a corrida ruim da dupla de pilotos. Uma semana depois, em Sepang, Mark Webber reclamou bastante da degradação excessiva dos compostos e disse que “tudo girava em torno deles”.

Os pneus têm sido ponto de polêmica neste início de campeonato (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

Pois conseguindo gerir melhor a borracha, os taurinos conseguiram a primeira vitória do ano – com Sebastian Vettel primeiro e Webber na segunda colocação. Deixando qualquer tipo de polêmica sobre o controverso resultado de lado, Paul Hembery, diretor da fornecedora, revelou que a equipe foi a única que reclamou do desempenho dos pneus neste início de ano.

“Para ser honesto, foi apenas essa crítica [que a Pirelli recebeu]. Todos vieram falar que não sabiam do que a Red Bull estava falando. Era praticamente o mesmo desafio dos últimos anos. Você tem uma combinação de testes, o novo carro, tempo frio, pneus novos e a primeira corrida. Nós tivemos duas provas e a tendência é olhar para o primeiro grupo de quatro [etapas] para saber onde estamos”, disse Hembery.

Para o diretor, seria errado mudar o desenvolvimento de seus compostos por causa da reclamação de uma equipe. “Se você quer favorecer uma equipe, então o ano termina. Acabaríamos o campeonato em Monza. A Red Bull tem um grande potencial. Talvez eles gostariam de mais, mas estou certo de que outras equipes também gostariam disso”, falou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube