Diretor da Williams pede que F1 ‘saia do muro antes de mudança drástica: “É esporte ou entretenimento”

Diretor de performance da Williams, Rob Smedley afirmou que a F1 precisa definir se é um esporte ou entretenimento antes de promover uma mudança drástica no campeonato. Grupo de Estratégia debate modificações que podem alterar a cara do Mundial

Chefe de performance da Williams, Rob Smedley acredita que a F1 precisa decidir se é um esporte ou se é entretenimento. Dirigente acredita que é importante definir ‘rótulo’ antes de fazer mudanças drásticas no Mundial.
 
Em um momento de domínio da Mercedes, a F1 se tornou alvo de inúmeras críticas e viu a audiência na televisão cair em muitas provas da temporada.
Rob Smedley acredita que a F1 oferece um bom espetáculo para os fãs (Foto: Glenn Dunbar/Williams)
 
Na visão de Smedley, a natureza esportiva do evento faz com que não seja possível ter provas competitivas a cada etapa.
 
 “A minha opinião é de que fazemos um bom show”, disse Smedley. “A F1 realmente precisa decidir o que é, como o futebol precisa decidir o que é. É um esporte ou é entretenimento?”, questionou.
 
“É preciso questionar: ‘Nós entretemos as pessoas?’ E a resposta é sim, entretemos. Nós fazemos alguns shows fantásticos”, opinou. “Fundamentalmente, o que nós temos é um pacote muito bom, uma plataforma realmente boa para os fãs e o mercado que servimos, mas precisamos continuar melhorando”, defendeu.
 
“Sou um grande fã de futebol, e às vezes eu assisto e fico entediado, não é nada empolgante e realmente não me entretém”, comentou. “No fim do jogo, eu ainda amo futebol e às vezes a F1 é assim. Às vezes nós fazemos corridas absolutamente deslumbrantes, que são naturalmente fantásticas de atingir, mas algumas vezes não. Acho que encontramos o equilíbrio certo”, avaliou. 
 
De acordo com o dirigente da Williams, se fizer mudanças no campeonato pensando focando no entretenimento, a F1 corre o risco de se tornar previsível.
 
“Você pode tornar isso um entretenimento puro e introduzir todos os tipos de falsidades ao elemento de corrida. Mas quando você faz isso, você efetivamente transforma em um show e não tem mais o elemento esportivo. E perde empolgação”, falou. “Se o piloto mais rápido está limitado à mesma velocidade que o piloto mais lento, você tira a imprevisibilidade e o elemento esportivo, e fica bastante tedioso”, concluiu.
 

(function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = “//connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.3”; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Lembram-se daquele carro conceito de 2017 que a Ferrari fez no começo do ano? Pois o pessoal da Asseto Corsa trabalhou…

Posted by Grande Prêmio on Quarta, 18 de novembro de 2015

PADDOCK GP EDIÇÃO #7: ASSISTA JÁ

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube