F1

Diretor defende demora da FIA em decisão no caso Verstappen: “Analisamos tudo”

Michael Masi defendeu a demora de mais de três horas para decidir que Max Verstappen não seria punido. Diretor de provas da FIA afirmou que reunião demorou para começar por conta de compromissos midiáticos, e que comissários analisaram todos os aspectos

Grande Prêmio / Redação GP, de Campinas
A demora na decisão da FIA na análise da ultrapassagem de Max Verstappen sobre Charles Leclerc durante o GP da Áustria irritou os fãs, mas a entidade se defendeu, argumentando que o lance era muito complicado.
 
A decisão foi comunicada às 19h47 no horário local, mais de três horas após o fim da corrida. Michael Masi, diretor de provas da FIA, comentou sobre a demora em entrevista ao site norte-americano ‘Motorsport.com’.
 
"Não conseguimos iniciar a discussão até 18h por conta de compromissos com a mídia e coletiva de imprensa pós-corrida. A audiência durou pouco mais de uma hora, com as partes envolvidas. Os comissários olharam casos antigos e conversaram entre si", disse Masi
Verstappen ganha a posição de Leclerc no GP da Áustria (Foto: Reprodução)
"No momento em que você escreve a decisão, precisa certificar que não há erros de digitação. Então, você convoca as equipes e entrega a decisão. O tempo voa muito mais quando você está sendo do lado de fora. Então, era uma situação onde analisaram tudo", comentou.
 
Verstappen, da Red Bull, ultrapassou Leclerc, da Ferrari, por dentro na curva 3, já na penúltima volta do GP da Áustria. Os dois se tocaram e o monegasco Leclerc precisou seguir por fora do traçado. Verstappen venceu a corrida.
 
Foi a terceira prova seguida da Fórmula 1 em que os comissários também ganharam protagonismo. No GP do Canadá, Sebastian Vettel recebeu 5 segundos de punição por sair da pista e retornar de forma perigosa, dando a vitória para Lewis Hamilton. Já na etapa da França, Daniel Ricciardo recebeu 10 segundos de punição por fazer ultrapassagens por fora da pista.
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.