Diretor-esportivo da Manor Marussia fala que Bianchi tinha potencial para se tornar campeão na F1 no futuro

Graeme Lowdon, diretor-esportivo da Manor Marussia, entende que Jules Bianchi tinha todo o potencial para se tornar até campeão na F1 no futuro. O dirigente também lamentou a morte do jovem francês, confirmada na última sexta-feira

Diretor-esportivo da Manor Marussia, Graeme Lowdon afirmou que Jules Bianchi tinha potencial até para se tornar campeão na F1 no futuro. O dirigente inglês também lamentou a morte prematura do jovem de 25 anos, confirmada pela família na noite da última sexta-feira (17).

Bianchi faleceu nove meses depois da fortíssima batida na parte final do GP do Japão, em Suzuka. O impacto sofrido na cabeça com o choque com uma grua deixou de imediato o piloto inconsciente e foi extensivamente danoso, sem dar chance de recuperação. Jules permaneceu em coma durante todo esse tempo e acabou não resistindo à lesão.

Graeme Lowdon e Bernie Ecclestone conversam após acidente de Bianchi (Foto: Getty Images)

No comunicado oficial da morte do piloto, a família não escondeu a tristeza e a dor pela perda do francês. “Jules lutou até o final, sempre o fez, mas hoje a luta chegou ao fim. A dor que sentimos é imensa e indescritível“, afirmou a nota.

Lowdon enfatizou ainda o progresso feito pelo piloto durante as duas temporadas na Marussia e disse que o pupilo da Ferrari tinha tudo o que era preciso para ter sucesso em equipes de ponta. "Na minha opinião, ele poderia ter se tornado um campeão do mundo no futuro", disse o britânico.

"Tenho essa impressão desde o dia em que ele entrou em nossa garagem", afirmou. "Os melhores pilotos apenas tem algo diferente em seu trabalho e ele impressionava em tudo que fazia", completou Graeme.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube