Diretor-esportivo fala em “respeitar todas as partes”, mas admite debate sobre futuro das grid girls na F1

Diretor-esportivo a F1, Ross Brawn admitiu que o Mundial considera a possibilidade de eliminar a presença das grid girls. Dirigente reconheceu que é um tema polêmico e falou em respeitar todas as partes

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A presença das grid girls se tornou alvo de debates na F1. Diretor-esportivo do Mundial, Ross Brawn admitiu que é um tema que divide opiniões, mas ressaltou que o assunto ainda está sendo avaliado.
 
O debate sobre a presença ou não das grid girls não é uma novidade. Em 2015, o GP de Mônaco adotou modelos masculinos na função, mas a iniciativa foi publicamente questionada por Sebastian Vettel. “O que foi aquilo? Você chega lá e estaciona atrás de George ou Dave… qual o sentido?”, questionou.
Presença de grid girls é alvo de questionamentos na F1 (Foto: Beto Issa)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Em 2015, o Mundial de Endurance baniu o uso de grid girls por entender que o papel da mulher mudou na sociedade. No mesmo ano, o GP do Brasil inovou e misturou grid boys com grid girls pela primeira vez.
 
Neste ano, partidos políticos espanhóis como Ganemos Jerez e Iniciativa per Catalunya Verds tentaram aprovar leis municipais para proibir a presença de grid girls em pistas locais. Os políticos chegaram a pressionar a promotora da MotoGP, mas Dorna optou por manter as modelos.
 
“Nós estamos tentando respeitar todas as partes”, disse Brawn em entrevista à BBC Radio Five Live. “Têm muitas pessoas que respeitam a tradição das grid girls e tem pessoas que acham que isso se tornou um pouco datado, então estamos avaliando isso”, seguiu.
 
Diretor-executivo da F1, Chase Carey admitiu que está ponderando sobre a presença das grid girls, mas negou que seja um assunto prioritário.
 
“Na lista de coisas com que tenho lidado, as grid girls não estão realmente no topo, com todo respeito”, disse Carey. “Isso é uma coisa do passado ou é algo distinto que deveria fazer parte do futuro?”, considerou.
 
“Não acho que será uma decisão pessoal minha. Posso ter um ponto de vista, mas, quando você tem um esporte, você está lidando com time, um ecossistema maior e uma base de fãs que é muito passional. Nunca vai existir um consenso, mas um conjunto de visões”, avaliou.
EM BUSCA DO SONHO DA F1

PIETRO FITTIPALDI REVELA QUE NEGOCIOU COM A SAUBER PARA 2018

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height:
0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute;
top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube