F1

Diretor-executivo se desculpa com Leclerc por erro da Ferrari em Mônaco e avisa: “Não pode acontecer de novo”

Diretor-executivo da Ferrari, Louis Camilleri pediu desculpar a Charles Leclerc pelo erro que o eliminou do treino classificatório ainda no Q1 em Mônaco. O dirigente frisou que este tipo de falha não pode se repetir

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Diretor-executivo da Ferrari, Louis Camilleri se desculpou com Charles Leclerc pelo erro que resultou na eliminação do monegasco ainda na primeira fase do treino classificatório para o GP de Mônaco. O dirigente ressaltou que uma falha como essa não pode se repetir.
 
Na classificação em Monte Carlo, a Ferrari manteve Leclerc nos boxes enquanto os tempos baixavam na parte final do Q1. Largando em 15º, o monegasco ainda tentou avançar no pelotão, mas acabou abandonando a corrida após um furo de pneu.
Ferrari se desculpou com Charles Leclerc (Foto: Ferrari)



  Ouça no Spotify
  Ouça no iTunes
  Ouça no Android
  Ouça no playerFM

“Nós nos desculpamos sinceramente com ele”, disse Camilleri. “A questão é que esse tipo de incidente não pode acontecer novamente. Infelizmente, essas são coisas que podem acontecer, desde que não aconteçam de novo”, comentou.
 
“Foi um erro da parte do time e nós entendemos. Agora temos de esquecer o que aconteceu e fazer tudo que pudermos para reduzir o atraso em relação à Mercedes”, completou.
 
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.