Diretor-técnico acredita que Williams fez o bastante para “chegar lá e brigar” na temporada 2015

Pat Symonds destacou a evolução do time de Grove em relação ao final de 2014. O diretor-técnico acredita que a Williams fez o bastante para brigar pelas primeiras posições de igual para igual com os outros times

O diretor-técnico da Williams Pat Symonds acredita que o time de Grove conseguiu evoluir em relação ao último ano. Symonds mostrou bastante otimismo e acha que a equipe britânica pode brigar com os principais times na temporada 2015.
 
Symonds acredita que a Williams conseguiu evoluir em relação ao ano passado, mas não soube dizer se o time de Grove melhorou na comparação com os rivais para buscar a liderança da categoria, apesar de ser este o objetivo.
 
“A competitividade é uma coisa relativa. Nós certamente demos um passo adiante, mas não sei o que os nossos adversários fizeram. Nossa taxa de desenvolvimento no ano passado foi algo que me deixou particularmente orgulhoso. Adicionamos muita performance ao carro em comparação aos nossos adversários na última temporada. Estamos aplicando a mesma filosofia para melhorar. Sim, queremos chegar lá e brigar”, disse Symonds.
 
De acordo com o diretor-técnico, a Williams mexeu bastante na parte aerodinâmica e na suspensão, mas passou longe de revolucionar na construção do FW37.
 
“Muito trabalho foi feito na aerodinâmica. É o equilíbrio entre conseguir uma solução aerodinâmica que também passe pelo crash-test. Estou bem contente com a solução que encontramos. Não foi fácil passar pelo crash-test, mas conseguimos. Acho que temos um dos bicos mais curtos, o que mostra a qualidade do design. Também mudamos a suspensão — mudamos a filosofia, mas é uma evolução. Não é um carro revolucionário de forma alguma. Fizemos as mudanças que precisávamos fazer na frente e melhoramos algumas coisas na traseira”, declarou.
Pat Symonds acredita que a Williams melhorou em relação ao ano passado (Foto: Getty Images)
Symonds comentou o primeiro dia de testes em Jerez e garantiu que, neste início de trabalho, como o objetivo é testar os sistemas, o que de fato vale é o que dizem os pilotos, portanto, a opinião de Valtteri Bottas foi cuidadosamente escutada.
 
“O primeiro teste, especialmente o primeiro dia, é referente a sistemas. Você quer garantir que tudo esteja funcionando do jeito que gostaria. Muitos dados de telemetria entrando. E mais importante é o que o piloto diz. Mesmo que tenha tanta tecnologia hoje em dia, eu ainda presto muita atenção a esses comentários. Ontem, o Valtteri foi bem positivo. Crê que o carro é um passo à frente nosso. Muitas boas coisas saíram de ontem”, falou.
 
A Williams foi uma das equipes que mais aproveitaram o fim de Caterham e Marussia. O time de Grove se reforçou com alguns nomes das duas equipes, especialmente da Marussia, onde Symonds já trabalhou.
AO VIVO

O GRANDE PRÊMIO é o único site de esporte a motor brasileiro que vai acompanhar de perto toda a pré-temporada da F1, na Espanha. Neste domingo (1), o repórter Renan do Couto e o fotógrafo Xavi Bonilla vão trazer todas as informações direto da pista de Jerez de la Frontera, palco de lançamentos e da primeira bateria de testes coletivos em 2015.

Sigam tudo e em TEMPO REAL na nossa nova ferramenta de transmissão e participem.

O W06
A Mercedes apresentou neste domingo (1), em Jerez de la Frontera, o W06, carro do time para a temporada 2015 da F1. Lewis Hamilton e Nico Rosberg foram os responsáveis por revelar o bólido ao mundo e o fizeram sem muita demora.
 
Dominante ao longo da temporada 2015, a Mercedes apresentou uma evolução do bólido do 2014, mas ressaltou que as mudanças no regulamento técnico da F1 também apresentou desafios para a produção do W06.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube