Diretor-técnico da Toro Rosso espera Kvyat “de volta ao seu melhor” após superar 2016 turbulento

James Key, diretor-técnico da Toro Rosso, reafirmou a confiança na capacidade de Daniil Kvyat, que viveu um 2016 horrível após ser expurgado da Red Bull. O russo parte para 2017 com a missão de provar que merece espaço na F1

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

A Toro Rosso é uma das raras equipes que mantiveram a dupla de pilotos para 2017. Mantendo Daniil Kvyat e Carlos Sainz, a equipe tem uma boa base para seguir evoluindo na F1 – principalmente porque Kvyat parece ter conseguido superar a horrível temporada 2016 para voltar a alcançar bons resultados. James Key, diretor-técnico da Toro Rosso, destacou que o russo deve estar de volta à melhor forma após alguns meses para recolocar a cabeça no lugar.
 
“Nós tivemos a troca de pilotos e Daniil (Kvyat) precisava de algum tempo para se acertar”, reconheceu Key. “Acho que lá pelo final da temporada ele já tinha conseguido isso. Apesar de ter um meio de temporada complicado, nós achamos que ele é muito bom, acho que ele vai estar completamente de volta ao seu melhor nesse ano. Já deu tempo para deixar para trás algumas coisas que o afetaram ano passado”, seguiu.
 
Kvyat teve uma queda brusca de rendimento ao ser trocado por Max Verstappen na Red Bull após um acidente com Sebastian Vettel no GP da Rússia. Além de sofrer com o equipamento inferior da Toro Rosso, o russo claramente perdeu a cabeça, sendo superado com frequência pelo novo companheiro Sainz.
James Key, diretor-técnico da Toro Rosso (Foto: Red Bull Content Pool)
Se Kvyat realmente estiver recuperado, a Toro Rosso vai conseguir tirar proveito da experiência de alguém que teve contato com equipes de ponta e já foi até ao pódio em duas ocasiões. Daniil, ao lado do promissor Sainz, forma uma dupla que quebra paradigmas da equipe de Faenza: a temporada se inicia com pilotos acostumados com o mundo da F1, e não jovens inexperientes.
 
“Nós estamos felizes por ter uma dupla de pilotos que conhecemos”, falou Key. “O mais importante é que essa talvez seja a dupla mais experiente que esse time já teve. Eles vão permitir que a gente desenvolva o carro de 2017 com o feedback que já conhecemos”, completou.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube