Diretor-técnico elogia e afirma que Massa superou expectativas desde que chegou à Williams em 2014

Diretor-técnico da Williams, Pat Symonds elogiou a dupla de pilotos que tem à disposição e disse que Felipe Massa superou todas as suas expectativas desde que chegou à equipe inglesa na temporada passada

Felipe Massa superou as expectativas desde que chegou à Williams na temporada passada. A opinião é do diretor-técnico da esquadra de Grove, Pat Symonds. O brasileiro se juntou ao time inglês depois de ter sido dispensado pela Ferrari no fim de 2013, quando completou oito campeonatos com o carro vermelho.

O melhor resultado de Massa com os italianos foi em 2008, quando disputou o título de forma acirrada com Lewis Hamilton, então na McLaren. No ano seguinte, Felipe sofreu o grave acidente na Hungria e ficou de fora do restante daquele, voltando ao cockpit somente em 2010, já com Fernando Alonso como companheiro de equipe. Nos anos que se seguiram, Massa teve poucos momentos de sucesso e acabou sucumbindo ao melhor rendimento do espanhol.

Massa ganhou elogios do diretor da Williams (Foto: AP)

Só que o acordo com a Williams parece ter despertado o brasileiro, que renasceu com atuações mais consistentes e pódios – em 2015, Felipe ainda vive o melhor início de temporada desde 2010. "Quando assinamos com Felipe, eu fiquei pessoalmente feliz porque conheço muito bem Fernando e sei que qualquer um que andei com ele é muito bom também", disse Symonds em entrevista ao site da revista inglesa 'Autosport'.

"Felipe poderia ter competido com Fernando e competiu. Mas eu me surpreendi com o quanto ele se adaptou e com o quanto tem dado a essa equipe. Ao colocá-lo em um ambiente em que é respeitado, ele foi capaz de entregar os resultados, mais ainda do que imaginava", completou.

O dirigente inglês também reservou elogios ao companheiro de Massa, Valtteri Bottas. Enquanto Felipe está em sua 13ª temporada na F1, o finlandês vem apenas em seu terceiro campeonato, mas Symonds acredita que o jovem ainda vai longe no Mundial. "Quando entrei na equipe, na parte final de 2013, eu fui a algumas coisas e vi como estava difícil para Valtteri. Ele estava pilotando um carro que era reconhecidamente complicado, então, de muitas maneiras, 2014 é quase o ano de estreia dele", explicou.

"Ele pode até ter aprendido um pouco em 2013 sobre os circuitos e procedimento, mas eu anão acho aprendeu muito sobre corridas e a própria F1. O progresso que ele fez desde meados de 2013 e agora é enorme. E ainda não acabou. Ele é um cara analítico e vai continuar melhorando, por isso estou realmente feliz com a nossa dupla de pilotos. Eles se dão bem e estão competitivos. É uma ótima combinação", acrescentou o engenheiro.

Depois de dez provas disputadas em 2015, Bottas aparece na terceira posição, com 77 pontos, enquanto Massa é o sexto, com três a menos. Ambos já foram ao pódio nesta temporada. A Williams é a terceira colocada no Mundial de Construtores, atrás apenas da líder Mercedes e da Ferrari.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube