F1

Diretor-técnico revela problemas da Mercedes com superaquecimento em pista “incomum” do México

A altitude da Cidade do México, aliada ao calor, colocou a Mercedes em uma situação ruim nos treinos livres de sexta-feira. James Allison, diretor-técnico, disse que a Mercedes não quis forçar o desempenho por temer problemas no carro

Warm Up, da Cidade do México / VITOR FAZIO, de Berlim / EVELYN GUIMARÃES, do Hermanos Rodríguez
O Hermanos Rodríguez, palco do GP do México desse fim de semana, está se mostrando mais desafiador do que o esperado. Para a Mercedes, a questão foi o superaquecimento do carro: James Allison, diretor-técnico da equipe, comentou que a equipe precisou ser cautelosa nos dois primeiros treinos livres para administrar as altas temperaturas dentro do carro.
 
"Esta é uma pista incomum, que impõe demandas incomuns no chassi, na unidade de potência, no sistema de refrigeração e nos pneus”, disse Allison, em entrevista acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO. “De tudo que fizemos hoje, temos de concluir que ainda não encontramos a melhor maneira de atender essas demandas incomuns, que nos vai permitir obter um bom desempenho tanto em uma volta rápida quanto em simulação de corrida”, continuou.
A Mercedes não teve um dia dos melhores no México (Foto: Mercedes)
Os problemas citados por Allison significaram uma performance inesperadamente apática da Mercedes nos treinos livres. Lewis Hamilton, por exemplo, foi quinto no TL1 e sétimo no TL2, atrás da surpreendente dupla da Renault.
 
“Em várias áreas, nós superaquecemos a unidade de energia, e isso significou que tivemos de nos precaver contra essa situação. Com um pouco de sorte e trabalho duro, vamos conseguir mudar isso amanhã e domingo, quando o clima vai estar mais frio, de acordo com as previsões do tempo”, encerrou.
 
O Hermanos Rodríguez é um circuito diferenciado muito por conta da altitude. Localizado na Cidade do México, o circuito fica 2250 metros acima do nível do mar, condição que afeta o desempenho do motor. Além disso, o clima na sexta-feira trouxe calor acima do esperado, um problema tanto para unidades de potência quanto para pneus.
 
GRANDE PRÊMIO cobre ‘in loco’ o GP do México de F1 neste fim de semana com a repórter Evelyn Guimarães.
 
E o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 acontece este ano nos dias 9, 10 e 11 de novembro, no autódromo de Interlagos. Os ingressos para a corrida estão disponíveis no único site oficial do evento: www.gpbrasil.com.br.