Diretora da Sauber vê equipe cada vez mais forte e desconversa sobre destino de Pérez para 2013

Em entrevista ao GRANDE PRÊMIO, Monisha Kaltenborn, diretora-executiva da Sauber, afirmou que vê a equipe suíça cada vez mais forte na F1 e desconversou sobre futuro de Sergio Pérez

 

A Sauber é, sem dúvida, um dos destaques da temporada da F1 em 2012. A equipe suíça tem tentando se aproveitar de todas as oportunidades para tirar pontos dos grandes times e entrar de vez no seleto grupo de equipe que tem McLaren, Red Bull e Ferrari como principais expoentes. Com um carro muito bem acertado e que parece entender o comportamento dos instáveis pneus da Pirelli, o time capitaneado por Peter Sauber já passou muito perto de uma vitória, no caótico GP da Malásia, e, até o momento, possui três pódios, todos conquistados por Sergio Pérez, o preferido entre as diversas especulações para o lugar de Felipe Massa na Ferrari.

Neste momento da temporada, a escuderia ocupa a sexta colocação no Mundial de Construtores, com 100 pontos, após 13 GPs disputados. No ano passado, o time fechou o campeonato com apenas 44 pontos. A evolução é clara. Em Monza, depois do segundo lugar obtido por Pérez na etapa italiana, a diretora-executiva da Sauber, Monisha Kaltenborn, conversou rapidamente com o Grande Prêmio sobre o momento da equipe e as especulações sobre o futuro, além da próxima corrida italiana.

Monisha Kaltenborn, diretor-executiva da Sauber, disse que vê a equipe cada vez mais forte (Foto: Sauber)

Kaltenborn afirmou que vê a Sauber mais e mais forte a cada corrida e que, por isso, a vitória não está tão longe de acontecer. “Vencer é algo muito especial, principalmente na F1. E é assim para qualquer time do grid, não só para a Sauber. Mas estamos trabalhando para obter o melhor conjunto e, finalmente, conseguir a vitória. Estamos perto, eu penso. Estamos melhorando e nos tornando cada vez mais fortes a corrida a corrida”, afirmou a dirigente, que não poupou elogios ao piloto mexicano pelo desempenho em Monza.

“Nós tivemos uma excelente corrida neste domingo. Nós chegamos aqui após uma prova muito, muito difícil, que foi em Spa-Francorchamps. Depois, ontem (sábado), nós tivemos a classificação, que não foi ruim, mas também ficou longe do que esperávamos. Então, diante disso, a nossa esperança era conseguir terminar essa prova dentro dos pontos, mas não esperávamos tantos pontos assim”, admitiu. 

“Obviamente, agora, depois da corrida, a estratégia se mostrou acertada, mas nós tínhamos muitas dúvidas. De qualquer forma, o carro se mostrou muito competitivo, principalmente na parte final. E Sergio (Pérez) teve uma grande atuação”, completou. 

Questionada sobre o futuro e a permanência ou não do piloto de Guadalajara na equipe em 2013, executiva desconversou. “Nós costumamos fechar com os nossos pilotos temporada a temporada. Então, ainda vamos ver. Não há nada neste momento. Precisamos esperar mais um pouco”, acrescentou.

Pérez ocupa na tabela do Mundial de Pilotos a nona posição, com 65 pontos, 35 a mais que o companheiro de equipe, Kamui Kobayashi.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube