Discreto em Montreal, Bottas festeja êxito da Mercedes com primeira dobradinha em 2017: “Precisávamos de uma”

Piloto largou em terceiro e sem muito alarde fechou GP do Canadá em segundo lugar. Finlandês é o terceiro colocado no campeonato com 93 pontos

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Valtteri Bottas teve uma corrida mais discreta do que os demais pilotos no GP do Canadá deste domingo (11), mas de fundamental importância para a Mercedes na temporada. Ao chegar em segundo, Bottas contribuiu para a primeira dobradinha de sua equipe em 2017.
 
"É sempre bom estar aqui. Como um time, nós realmente precisávamos de uma dobradinha para conseguir pontos. Estou muito, muito orgulhoso de fazer parte desta equipe. Eu sabia o que eu tinha que fazer para ir até o final, e esses foram ótimos pontos para nós", disse o finlandês, que emendou seu terceiro pódio consecutivo em Montreal.
 
Em terceiro no grid de largada, Bottas lidou bem com os contratempos alheios da corrida no Canadá e saltou para o segundo lugar, somente atrás do companheiro, Lewis Hamilton.
Valtteri Bottas emendou três pódios em três anos consecutivos no Canadá (Foto: Mercedes)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A dobradinha veio justamente uma corrida após a Ferrari ter conseguido cruzar a linha de chegada em primeiro e segundo no GP de Mônaco. A resposta da Mercedes não demorou e veio logo em seguida. Na temporada passada, a Mercedes conseguiu o 1-2 por oito vezes: Austrália, Rússia, Hungria, Itália, Estados Unidos, México, Brasil e Abu Dhabi.
 
Este é o quarto pódio de Bottas na temporada 2017 da F1. Além do segundo lugar em Montreal, neste ano, o piloto acumula uma vitória no GP da Rússia, a primeira da carreira, e dois terceiros lugares na Austrália e no Bahrein.
 
A segunda colocação rendeu 18 pontos ao piloto, que saltou de 75 para 93, com uma diferença de 20 pontos para seu compatriota Kimi Räikkönen, da Ferrari, que segue em quarto lugar, mas agora ameaçado por Daniel Ricciardo, da Red Bull, com 67 tentos.
A NOVA F1 SE APROXIMA MAIS DA INDY. E ÁUDIO EM MÔNACO É PROVA

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube