Dispensado anos atrás pela F1, Klien segue lei e cumpre serviço militar obrigatório na Áustria aos 33 anos

Christian Klien tem 33 anos de idade e vai passar por seis meses servindo ao exército austríaco. O ex-piloto da F1 'fugiu' da obrigação quando completou 17 anos por conta da carreira no automobilismo e das chances de chegar à F1. Agora, mesmo tendo vivido muitos anos fora do país, vai cumprir a lei local

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Christian Klien vai cumprir o serviço militar obrigatório. Não, não está errado. É exatamente isso. Aos 33 anos de idade, Klien, ex-piloto de Jaguar, Red Bull, Hispania e, como reserva, de Honda e BMW, vai realizar o serviço militar na Áustria. Em território austríaco o período militar é obrigatório, mas Klien, por conta de sua carreira e da F1, conseguiu fugir na época em que se alistou pela primeira vez.

 

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);
Klien, hoje piloto de GT3 e comentarista da F1 para a TV austríaca, comentou o fato em entrevista à revista local 'Speed Week'. Acontece que na Áustria o serviço militar precisa ser realizado a partir dos 17 anos por todos os homens até os 35. Quando completou 17 anos, em 2000, o piloto estava na F-BMW e crescendo na carreira. Nos anos seguintes, F-Renault, F3 e, em 2004, a F1 foram os destinos. 

 
O piloto brinca que na época o exército austríaco entendeu a situação e liberou-o. Agora, mais de uma década e meia depois, vai cumprir a obrigação cívica que deve durar seis meses.
 
"Eu estava prestes a chegar na F1 com a Jaguar, mas o exército cooperou muito na ocasião. Agora estou completando minha obrigação, ainda que eu tenha vivido fora do país por dez anos", contou. "Até meu amigo Kimi Räikkönen precisou cumprir o serviço na Finlândia, e obviamente não o machucou", falou.
Hermann Tilke e Christian Klien (Foto: Red Bull/Getty Images)

Enquanto lida com o novo trabalho, Klien também espera seguir frequentando os paddocks da F1 como comentarista. Ele crê que a parte física será exigida pelas novas regras, obrigando os pilotos a estarem 'na ponta dos cascos' fisicamente, assim como nos seus anos de F1.
 
"Com certeza 2017 vai ser fisicamente complicado para todo mundo por causa dos pneus mais largos e a nova aerodinâmica. Talvez eles precisem trabalhar tão duro quanto a gente precisava em meados dos anos 2000. Não importa a quem você pergunte – Alonso, Webber -, todos vão dizer que estavam fisicamente no limite. Para mim, isso era normal. Não conhecia outra forma", encerrou.
 
Klien deixou a F1 sem impressionar muito pelos resultados. Sua melhor corrida foi um quinto lugar no GP da China de 2005, então pela Red Bull.
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n<e.length;n++)if(child=e[n],e[n].id.substr(0,t.length)==t)return e[n];for(var c=0,n=1;nc&&(c=e[n].offsetWidth);return c>80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)<0?n+="px":n,cc.style.display="",s2.width=n,window.frameElement&&(s1.height=c2.offsetHeight+5+"px"),t=500,s1.width="100%"}rs(t)},200)}var c1=window.frameElement?window.frameElement:document.getElementById("crt_ftr"),c2=document.getElementById("crt_ftr"),s1=c1.style;s1.position="fixed",s1.bottom="-4px",s1.left="0px",window.frameElement&&(s1.height="0"),c2.style.textAlign="center",s1.zIndex="60000";var cc=document.getElementById("crt_cls"),s2=cc.parentNode.style;cc.onclick=function(){s1.display="none"};var t=0;rs(0);

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth < 970) ? 302357 : 302359;
document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube