F1

Divisão de esportes da Renault anuncia Thierry Koskas como novo presidente a partir de 2019

Uma mudança vai mexer na estrutura da divisão de esportes da Renault em 2019: Thierry Koskas vai substituir Jérôme Stoll na presidência com a meta de tornar a equipe da F1 vencedora até 2020
Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro

Thierry Koskas será o novo presidente da Renault Sport. A partir de janeiro de 2019, o executivo vai assumir o posto atualmente ocupado por Jérôme Stoll como o nome mais poderoso do braço esportivo da marca francesa.
 
Com o novo posto, Koskas passa a responder diretamente a Carlos Ghosn, o presidente geral da companhia. Segundo a Renault, a função de Koskas será "aumentar ao máximo o nível de disciplina e assegurar que a participação na F1 reforce a marca em todo o mundo".
 
Koskas é funcionário da Renault desde 1997 e ocupava a posição de vice-presidente executivo da vendas e marketing desde 2016, quando também se tornou membro do comitê executivo. 
Thierry Koskas vai ser o novo presidente da Renault (Foto: Grupo Renault)
A troca no comando tem a ver com o fato de Stoll, que está na Renault desde 1980, completar 65 anos de idade em 2019. A meta da Renault no retorno à F1 era uma melhora gradual até voltar a lutar pelas primeiras colocações no quinto ano - que é 2020.
 
Apesar da melhora em 2018, a Renault acabou se vendo no meio de uma briga inesperada com a Haas, um time cliente da Ferrari. De acordo com o diretor-esportivo Cyril Abiteboul, a Renault planeja enfim apresentar um motor tão potente quanto Ferrari e Mercedes.