Domenicali confia em passo à frente da Ferrari e avalia: “Pódio na Austrália seria boa base”

Stefano Domenicali, chefe da Ferrari, acredita que a equipe tenha conseguido dar um passo à frente, principalmente em relação ao carro do ano passado. Dirigente afirmou que pódio na Austrália seria uma boa base na qual o time possa trabalhar ao longo do ano

 

A Ferrari iniciou 2012 longe de sua melhor forma e teve de correr contra o tempo para garantir que Fernando Alonso tivesse condições de disputar o título com Sebastian Vettel até a última prova da temporada. Ciente das dificuldades enfrentadas, a escuderia italiana mira iniciar 2013 de maneira diferente.
 
Após a conclusão dos testes da pré-temporada, a avaliação de Stefano Domenicali, chefe da Ferrari, é de que a escuderia deu um passo à frente, mas o dirigente não se ilude e ressalta que o desempenho do time no GP da Austrália será apenas o início de uma  temporada muito longa.
Domenicali acredita que estabilidade das regras vai evitar soluções surpreendentes em 2013 (Foto: Ferrari)
“Pensar em tirar conclusões depois da primeira sessão de classificação na Austrália seria prematuro, pois isso representa o início de uma longa viagem que termina em novembro”, ponderou. “Por muitas razões, entretanto, pode ser considerado um ensaio importante para estabelecer a nossa condição”, considerou. 
 
“Eu espero que os times que terminaram nas posições top em São Paulo repitam isso em Melbourne, provavelmente com uma vantagem reduzida – de qualquer forma, é isso que nós todos esperamos”, falou. 
 
O dirigente avalia que algumas mudanças realizadas na estrutura da equipe resultaram em uma melhora no desempenho do time, principalmente em relação à performance apresentada em 2012. 
 
“A nova estrutura de negócio, os métodos de trabalho, a modificação dos equipamentos que costumávamos usar nesse carro, a consistência dos resultados comparado com as nossas metas e o que nós vimos nos testes recentes – isso tudo parece nos dizer que estamos no caminho certo, pelo menos comparado ao ano passado”, analisou. “Estou convencido de que a Ferrari estará lá até o fim”, defendeu. 
 
Por fim, Domenicali defendeu que um pódio em Melbourne seria uma boa base para o início dos trabalhos da temporada e ponderou que as poucas mudanças feitas nas regras da F1 ajudam a garantir que não haverá grandes surpresas. 
 
“Um pódio na Austrália seria uma boa base sobre a qual construir o tipo de sucesso que precisamos”, opinou. “Além disso, exceto pelo desempenho real do carro, nosso trabalho no túnel de vento é um elemento que nos dá fé na área de aerodinâmica, de onde vem 90% da performance, então podemos trabalhar com certa calma.” 
 
“A estabilidade das regras é outra garantia de que não haverá surpresas com nenhuma solução criativa excepcional que faça uma grande diferença, e eu estou especialmente confiante dadas as mudanças que fizemos no último ano”, concluiu. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube