Domingo de GP da Itália tem asfalto seco e risco baixo de chuva em Monza

Monza amanheceu com asfalto úmido pela chuva noturna, mas o sol forte deve garantir um GP da Itália de pista seca. A possibilidade de intempérie durante a prova ainda existe, mas girando na casa de 10%. Charles Leclerc é pole

A expectativa de chuva no GP da Itália está em vias de ir pelo ralo. O domingo (8) teve chuva durante a madrugada, mas o sol que abriu durante a manhã em Monza indica que a 13ª etapa da temporada 2019 da Fórmula 1 será realizada com pista seca.
 
O risco de chuva nas próximas horas ainda existe, mas não é particularmente alto. Na hora da largada, às 10h de Brasília – 15h em Monza –, a previsão do ‘Weather Channel’ é de apenas 10% de chances de chuva. O risco só volta a aumentar, mas não muito, no começo da noite – às 19h locais, a possibilidade sobe para 35%.
Charles Leclerc larga da pole e aproveitando uma pista seca (Foto: Beto Issa)

Ao invés de um céu nublado, Monza acabou tendo pela primeira vez no fim de semana sol intenso. Isso significou que até a chuva da madrugada, que caiu com intensidade e alagou partes do autódromo, está praticamente neutralizada. A etapa da Fórmula 3 até teve largada com pneus de chuva, mas na Fórmula 2 já foi possível competir com slicks sem maiores problemas. Salvo uma reviravolta, não há motivos para acreditar que será diferente na F1.

 
A pole-position do GP da Itália é de Charles Leclerc. O piloto monegasco triunfou em uma classificação caótica, em que sete pilotos simplesmente não conseguiram abrir volta rápida no Q3 por demorar demais em cruzar a linha de chegada da reta principal.
 

Paddockast #32
AS PISTAS MAIS PERIGOSAS DO MUNDO

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube