Domingo em Sepang tem céu nublado e muito calor. Chuva deve aparecer durante GP da Malásia

Assim como na sexta-feira e no sábado, Sepang deverá ter chuva no fim da tarde deste domingo (24). É o que aponta a previsão do tempo, que determina 60% de chance de temporal para a hora da corrida, às 17h da Malásia, 5h pelo horário de Brasília

A cobertura do GP da Malásia no GRANDE PRÊMIO
Siga o Grande Prêmio no Twitter
Curta a página do Grande Prêmio no Facebook

A julgar pelo que aponta a previsão do tempo para este domingo (24), o GP da Malásia terá chuva ao longo da prova, válida pela segunda etapa da temporada 2013 do Mundial de F1. Assim como aconteceu na sexta-feira e também no sábado, a chuva deve dar as caras no circuito malaio no fim da tarde. 


Para o horário da corrida, que começa às 17h locais (5h de Brasília), o site ‘Weather Channel’ indica 60% de possibilidade de temporal na região do autódromo. No momento, a temperatura ambiente em Sepang está em 29ºC.
A chuva matreira que sempre aparece em Sepang deve dar as caras de novo neste domingo (Foto: Steven Tee/ Lotus)

O calor e a alta umidade relativa do ar vão prevalecer para este último dia de atividades da F1 em Sepang neste ano. A temperatura ambiente pode chegar aos 33ºC, o que deve influir muito também na pista. Na segunda bateria da GP2, disputada no início desta tarde, o asfalto chegou a medir 40ºC de temperatura, índice que deve ser ainda mais elevado durante o GP da Malásia de F1. A umidade relativa do ar, por sua vez, deverá chegar aos 72%, em média.

Acompanhe ao vivo e em tempo real todo o desenrolar das atividades de pista do GP da Malásia, logo mais, no Grande Prêmio.
As informações do GP da Malásia em tempo real
Especial F1 2013, a temporada imprevisível
A volta virtual em Sepang, narrada por Massa
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube