Dono da Force India mira pódio para conseguir bater Sauber e garantir sexto lugar no Mundial

A Force India soma 75 pontos no Mundial de Construtores e está 26 pontos atrás da Sauber na luta pelo sexto lugar no campeonato. Vijay Mallya entende que um pódio pode ajudar os anglo-indianos a bater a escuderia suíça, que também está em boa fase

Além da intensa briga pelo título do Mundial de Pilotos, travada principalmente por Fernando Alonso, Sebastian Vettel e Lewis Hamilton, outra disputa movimenta o pelotão intermediário da F1. Isso porque, depois das equipes dominantes da categoria (Red Bull, McLaren, Ferrari, Lotus e Mercedes), a Sauber aparece como a sexta força. Contudo, a Force India está disposta a bater a escuderia suíça e repetir o feito de 2011, quando terminou no sexto lugar do Mundial de Construtores.

A missão de Vijay Mallya e seus comandados, Paul di Resta e Nico Hülkenberg, não é das mais fáceis. Faltando seis corridas para o fim do ano, a Sauber soma 101 pontos e três pódios, todos com Sergio Pérez. Já a Force India tem 75 pontos e, como melhores resultados, três quarto lugares, dois com Di Resta e outro obtido por Hülkenberg.

Mallya entende que a conquista de um pódio é fundamental para a Force India no Mundial (Foto: Force India)

No entanto, Mallya entende que sua equipe tem totais condições de manter o sexto lugar, mas que, para isso, a conquista de um pódio é fundamental. A última (e única) vez que a Force India figurou no top-3 foi com Giancarlo Fisichella, no já distante GP da Bélgica de 2009, quando terminou em segundo, atrás apenas de Kimi Räikkönen, então em seu último ano de Ferrari.

“Eu ainda me lembro da situação de 2010, quando a Williams nos ultrapassou por um ponto na última corrida, então eu suponho que nada está decidido até que termine [a temporada]”, disse Mallya na prévia da escuderia anglo-indiana divulgada nesta segunda-feira. Na temporada mencionada pelo dirigente indiano, a Williams superou a Force India ao marcar quatro pontos com Nico Hülkenberg no GP do Brasil. O resultado fez os britânicos superarem a equipe adversária por um ponto, somando 69 contra 68 pontos dos comandados de Mallya.

“Ainda estou esperando que possamos fazer isso, e conquistar um pódio poderá acabar com a vantagem da Sauber. Esta é a segunda vez que nós terminamos em quarto nas últimas três corridas, então estamos cada vez mais perto”, acrescentou.

Apesar da sua pretensão em ver a Force India novamente em sexto no Mundial de Construtores, Mallya sabe que a missão é bastante complicada, mas confia no potencial do VJM05.

“Tudo depende de quão forte nossos rivais estarão nas seis corridas finais, mas nós certamente temos alguma reserva. Como eu disse antes, ter um pouquinho de sorte nos iludiu um pouco. Esperemos que ela venha ao nosso encontro um dia, até porque nós já mostramos o ritmo do carro”, lembrou.

Por fim, Mallya lembrou que a Force India vive boa fase. Foram 29 pontos somados nas últimas três corridas, culminando com o quarto lugar de Di Resta em Cingapura. A Sauber, por sua vez, somou 21, tendo como ponto-alto o segundo lugar de ‘Checo’ Pérez em Monza. “Paul guiou fantasticamente bem, e nós faturamos 12 pontos. Não é ruim estar nesta fase da temporada com 75 pontos no total. Percorremos um longo caminho”, encerrou o bilionário indiano.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube