F1

Dono da melhor marca do dia, Räikkönen exalta trabalho da Lotus: “Estamos onde queríamos estar”

Apesar do bom desempenho nesta sexta-feira, o piloto finlandês evitou fazer qualquer tipo de previsão para o treino classificatório ao afirmar que não testou com tanque vazio, então não tem como saber o comportamento do carro

Warm Up / Redação GP, de São Paulo

A boa fase de Kimi Räikkönen na F1 continua. Depois de vencer o GP da Austrália, no último fim de semana, o piloto da Lotus foi o mais rápido nos treinos livres desta sexta-feira (22), na Malásia, ao cravar o tempo de 1min36s569 na segunda sessão de treinos, quando uma breve chuva atingiu o circuito de Sepang.

Depois de cravar a melhor volta quando a pista ainda estava seca, o campeão do mundo de 2007 exaltou o trabalho feito pela Lotus durante todo o dia e afirmou que o carro se comportou bem com todos os pneus fornecidos pela Pirelli, incluindo até mesmo o composto para asfalto molhado.
Apesar do problema no Kers, Räikkönen foi o mais rápido desta sexta (Foto: Getty Images)

“Foi um dia muito bom. Nós tentamos mudar algumas coisas no carro e conseguimos fazer progresso, terminando a sessão onde queríamos estar. Nós também completamos algumas voltas com a pista molhada, o que sempre acontece por aqui, e o carro se comportou bem”, declarou o líder do campeonato.

Apesar do bom desempenho nos treinos desta sexta-feira, o finlandês evitou fazer qualquer previsão para o treino classificatório, marcado para este sábado, ao afirmar que não sabe como o carro da Lotus vai se comportar com tanque vazio na tomada de tempo.

Nós andamos com muito combustível hoje, então eu não sei onde vamos estar quando todo mundo estiver leve para o treino classificatório, mas estou feliz com nosso desempenho e espero um dia razoável amanha”, encerrou.