Dono da Red Bull fala em manter Webber, mas cogita levar “genial” Räikkönen à equipe em 2014

À revista alemã ‘Speed Week’, Dietrich Mateschitz falou sobre os possíveis candidatos à vaga de titular na Red Bull ao lado de Sebastian Vettel em 2014. O bilionário austríaco colocou também os pilotos da Toro Rosso, Daniel Ricciardo e Jean-Éric Vergne, na lista


Passada uma semana do polêmico desfecho do GP da Malásia e da desobediência de Sebastian Vettel às ordens da Red Bull, que tinha determinado a vitória de Mark Webber em Sepang, Dietrich Mateschitz, dono da empresa e, consequentemente, da equipe de F1, disse que considera a possibilidade de seguir com o australiano em 2014. Na visão do bilionário empresário austríaco, porém, Kimi Räikkönen “é genial e é sempre um candidato” à vaga taurina ao lado do amigo Sebastian Vettel.

Mateschitz falou à revista alemã ‘Speed Week’ a respeito de quem poderia ser o companheiro de equipe de Vettel na próxima temporada. Mesmo faltando ainda 17 corridas e praticamente toda uma temporada pela frente, a Red Bull já convive com rumores a respeito de quem será o número 2 do time no ano que vem, muito por conta da controversa disputa em Sepang.
Dono da Red Bull considera Kimi candidato a ser parceiro de Vettel em 2014 (Foto: Getty Images)

Na lista, o dono da Red Bull colocou quatro pilotos. “De qualquer forma, Mark é um candidato para 2014”, afirmou ‘Didi’, como é conhecido o executivo. “Para nós, ele é sempre bem vindo, como também um jovem veloz como [Jean-Éric] Vergne ou [Daniel] Ricciardo, da Toro Rosso.”

“Desculpe, não é uma resposta diplomática, isso deixa tudo em aberto, mas é assim. Todo o resto é pura especulação”, disse Mateschitz, que não escondeu a admiração por Räikkönen, campeão mundial em 2007, vencedor do primeiro GP da temporada, atual vice-líder de 2013 e um dos grandes amigos de Vettel no grid. “Kimi é genial, veloz e sempre é um candidato.”

Räikkönen já teve ligações bastante estreitas com a Red Bull, uma vez que a empresa o patrocinou durante sua participação no Mundial de Rali, entre 2010 e 2011, estampando, inclusive, a marca dos energéticos em seu capacete durante os anos em que esteve no WRC, sempre correndo com carros da Citroën.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube