F1

Duas vezes vencedor, Massa fala do peso de vitória no GP do Brasil para brasileiros: “Como ser campeão”

Felipe Massa venceu o GP do Brasil duas vezes, em 2006 e 2008, e não tem dúvidas: para um piloto brasileiro, ganhar uma prova diante da torcida é tão importante quanto ser campeão mundial

Warm Up / Redação GP, de São Paulo

icon_foto As imagens da passagem de Felipe Massa pela Ferrari

Correndo com um macacão verde e amarelo, Felipe Massa foi o protagonista de uma grande festa no circuito de Interlagos em 2006. O piloto encerrou a primeira temporada como piloto da Ferrari vencendo o GP do Brasil de ponta a ponta e roubando a cena na prova que definiu o bicampeonato de Fernando Alonso e marcou a primeira aposentadoria de Michael Schumacher. Depois, voltou a ganhar em São Paulo em 2008, no dia em que perdeu o título mundial para Lewis Hamilton. Mas não tem dúvidas: para um piloto brasileiro, ganhar o GP do Brasil tem o mesmo peso de ser campeão.

Desde a primeira edição da etapa tupiniquim, em 1972, foram nove vitórias brasileiras: sete em Interlagos, com Emerson Fittipaldi (1973 e 1974), José Carlos Pace (1975), Ayrton Senna (1991 e 1993) e Felipe Massa (2006 e 2008), e outras duas em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, com Nelson Piquet (1983 e 1986).

Neste fim de semana, Massa faz sua despedida da Ferrari após oito temporadas justamente no autódromo onde viveu os pontos mais altos de sua carreira. Não poderia haver palco melhor para um adeus que, pelo tom das declarações do piloto e da equipe, será emocionante.

A cobertura completa do GP do Brasil de F1 no GRANDE PRÊMIO
Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

Em 2006, Massa celebrou primeira vitória brasileira em Interlagos desde Ayrton Senna, em 1993 (Foto: Mark Thompson/Getty Images)
“O sentimento de vencer lá é difícil de descrever. Vencer lá em 2006, no meu primeiro ano com a Ferrari, foi, definitivamente, a corrida mais incrível da minha vida. Eu tinha um macacão especial, com o verde e amarelo da nossa bandeira, e subir ao degrau mais alto do pódio foi mais do que eu jamais esperei para a minha vida”, declarou Massa.

“Para um brasileiro, vencer essa corrida é como ser campeão mundial. Foi a corrida mais emocionante da minha vida e eu me lembro como se fosse ontem. Foi a realização de um sonho”, endossou.

Dois anos depois, apesar da derrota para Hamilton, Massa viveu outro momento importante. “Não fui campeão, mas venci a corrida e também larguei da pole e fiz a volta mais rápida. Então, fiz tudo perfeito naquele fim de semana, o que tornou essa corrida muito especial também”, mencionou.

Interlagos, contudo, faz Massa se lembrar de como era a vida antes da F1.

“Competir no GP do Brasil é um sonho para todos os pilotos brasileiros. Minha carreira no automobilismo começou em Interlagos, no kart, e também corri em categorias de base ali. Antes, eu me lembro de sentar na arquibancada, quando era criança, assistindo a Ayrton Senna, Nelson Piquet e mesmo Rubens Barrichello”, contou.

“Depois daquilo, correr na F1 é um sentimento difícil de explicar. Há toda a energia que você pega da torcida, de estar na pista que você mais ama, ouvir a música das arquibancadas, sentir todo aquele apoio”, completou o brasileiro.

Última etapa do Mundial de F1 de 2013, o GP do Brasil terá largada às 14h do próximo domingo (24). Será a corrida 139 de Massa na Ferrari.