Ecclestone confirma 20 etapas na próxima temporada da F1 e descarta comprar Nürburgring

Na Hungria para acompanhar a última etapa antes das férias de verão, Bernie Ecclestone confirmou que a próxima temporada da F1 vai ter as mesmas 20 provas deste ano. O dirigente negou que esteja interessado em comprar o circuito de Nürburgring, que passa por grave crise financeira

Neste sábado (28), durante o terceiro treino livre para o GP da Hungria, Bernie Ecclestone deu uma entrevista coletiva e confirmou que a próxima temporada da F1 terá 20 etapas, o mesmo número de corridas deste ano, e acabou com as especulações que davam conta de que o dirigente planejava até 23 provas em 2013.

Ainda sem falar em datas, a primeira corrida do ano deve acontecer na Austrália, provavelmente no dia 17 de março, e a temporada deve acabar no Brasil, possivelmente no final de novembro.

"Serão 20 corridas. Tudo o mais ou menos o mesmo”, disse Ecclestone, confirmando que mudanças bruscas no calendário não devem acontecer. O presidente da FOM (Formula One Management), que cuida dos direitos da categoria, também confirmou que Valência está fora do calendário por conta do acordo com Barcelona para revezarem como casa do GP da Espanha nos próximos anos.

Perguntado se a prova no circuito de rua de Nova York vai acontecer, Ecclestone foi seco e direto. “Suponho que sim”.

Ecclestone não vai alterar formatação do calendário (Foto: Facebook)

Nesta semana, especulou-se que Bernie estaria interessado em comprar a área do circuito de Nürburgring para resolver os problemas financeiros, mas ele descartou essa possibilidade, deixando claro que a sua intenção é fazer com que Hockenheim receba novamente o GP da Alemanha na próxima temporada.

"Estamos conversando com eles, então vamos ver. Precisamos manter a corrida alemã, por isso temos que fazer o melhor que pudermos”, explicou. "Vamos tentar salvá-lo, mas eu não acho que o imóvel está à venda”, finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube