Ecclestone diz preferir Verstappen, mas põe até Alonso na lista dos candidatos à vaga de Rosberg na Mercedes

Fernando Alonso na Mercedes? O que parecia um insano devaneio no começo desta sexta-feira pode até se tornar realidade com a aposentadoria surpreendente e chocante de Nico Rosberg. Quem aventa a possibilidade é ninguém menos que Bernie Ecclestone, o todo-poderoso da F1. No entanto, o dirigente máximo do esporte prefere o jovem Max Verstappen

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Bernie Ecclestone, dirigente máximo da F1, ficou chocado com a surpreendente notícia da aposentadoria de Nico Rosberg, anunciada pelo alemão nesta sexta-feira (2), apenas cinco dias depois de ter conquistado o título mundial no GP de Abu Dhabi. O britânico foi crítico à postura de Rosberg e disse que Lewis Hamilton, seu rival e agora ex-companheiro de equipe na Mercedes, era mais capaz de promover a F1 do que o alemão, a quem o apontou como pouco carismático.

 
Em entrevista à agência de notícias ‘Reuters’, Ecclestone revelou preferência por Max Verstappen para ocupar a cobiçada vaga deixada por Rosberg na Mercedes. O holandês, após ter brincado sobre a questão por meio do Twitter, garantiu que está feliz na Red Bull. Bernie também entende que até Fernando Alonso, hoje na McLaren, tem suas chances de mudar de equipe e assumir um cockpit nas Flechas de Prata.
 
Caso tal possibilidade venha a se concretizar, será a reedição da explosiva dupla entre Alonso e Hamilton, que travaram uma das maiores rivalidades da década passada, quando correram juntos em 2007 pela McLaren.
Fernando Alonso na Mercedes? Bernie Ecclestone acha que é possível, embora prefira Verstappen na vaga deixada por Rosberg (Foto: Rodrigo Berton/Grande Prêmio)
Por telefone, Ecclestone contou que reagiu com enorme surpresa à notícia que mexeu com o mundo da F1 nesta sexta-feira.
 
“Foi um grande choque para mim, assim como para vocês. Jantei com Toto Wolff na noite passada e, obviamente, ele não podia dizer nada sobre isso. Ele [Rosberg] precisa de mais tempo para gastar seu dinheiro, isso é tudo”, comentou.
 
Ao falar sobre as chances de Alonso na Mercedes, Bernie lembrou que a McLaren conta agora com um novo diretor-técnico, Zak Brown, e também ressaltou que o bicampeão dava sinais de insatisfação com a falta de desempenho do seu McLaren-Honda. “É possível, vamos ver. Há uma nova gestão agora na McLaren. Talvez ele esteja de saco cheio de estar lá, e eles de saco cheio por tê-lo”, comentou.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Por outro lado, Ecclestone acredita que é pouco provável que a Mercedes queira contratar Sebastian Vettel para ocupar o lugar de Rosberg no ano que vem. O vínculo de Seb com a Ferrari vai até a próxima temporada. “Não acho. Não acho que Seb queira estar com Lewis”, complementou o patrão da F1. 

 
Entre os candidatos à cobiçada vaga de Rosberg, outro nome que aparece bem cotado é o de Pascal Wehrlein, que atualmente ocupa o posto de reserva imediato da Mercedes.
 
fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube