Ecclestone diz que automobilismo atual deve muito a trabalho de "insubstituível" Sid Watkins

Falando pela primeira vez sobre o falecimento de Sid Watkins, Bernie Ecclestone lembra do início dos trabalhos do médico em prol da segurança da F1

 

Na primeira entrevista desde o falecimento de Sid Watkins, Bernie Ecclestone expressou seus agradecimentos pelos esforços do ex-médico-chefe da F1 em prol da segurança da categoria. Para o presidente da FOM, o esporte nunca mais terá alguém como Watkins, que morreu na última terça-feira, aos 84 anos.

"Estou certo de que ele é insubstituível. Você encontra uma pessoa de tamanho calibre apenas uma vez durante sua vida", afirmou Ecclestone, que foi o responsável por convidar e manter o neurocirugião no cargo de médico-chefe da categoria e principal responsável pelo resgate de pilotos acidentados.

Para Bernie, Watkins é "insubstituível" (Foto: Divulgação)

De acordo com Bernie, todos do mundo do automobilismo atual devem muito ao trabalho de Watkins. "O que Sid fez pela segurança da F1 foi incrível. Ele dedicou sua vida a essa causa, garantindo que tudo pudesse ser o seguro possível. Todos nós temos uma dívida de gratidão com ele, por seu cuidado e compromisso", completou, em entrevista ao site oficial da F1.

"Em 1978, quando o convidei para se juntar à F1 como médico oficial da categoria, discutimos muitos aspectos de segurança e assistência médica", contou o dirigente. "Concordamos que precisávamos de um hospital dentro do circuito, com equipamentos capazes de dar tratamento imediato e estabilizar a condição de um piloto acidentado, além de um helicóptero para transportá-lo para locais mais especializados", continuou.

"Sid colocou em prática todos esses projetos, e muitos mais. Depois dos acidentes de Jochen Rindt e Ronnie Peterson, sugeri que deveríamos contar com um veículo de atendimento médico e que ele deveria ser o responsável por levar os pilotos até o centro de tratamento", lembrou Bernie. "Sempre conversávamos e trabalhávamos juntos, e ele tomou conta de todas as questões médicas, assunto sobre o qual eu não tinha o menor conhecimento", encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube