Ecclestone revela que já possui contrato com Pirelli para 2014, mas alerta que "FIA ainda não"

Bernie Ecclestone revelou que a Pirelli tem, sim, um contrato com a Pirelli para 2014, embora a fabricante ainda não tenha firmado um novo vínculo com a FIA

Em meio às incertezas sobre o polêmico caso do teste secreto entre Pirelli e Mercedes, cujo veredito do Tribunal Internacional da FIA será revelado nesta sexta-feira (21), Bernie Ecclestone afirmou que a fabricante possui contrato com a F1 para além de 2013.

Bernie Ecclestone diz ter contrato com Pirelli (Foto: Getty Images)

A marca italiana vive uma temporada complicada e cercada de críticas por conta do alto desgaste apresentado pelos compostos, mas o ápice dos problemas veio com o teste conduzido em conjunto com a equipe chefiada por Ross Brawn, logo depois do GP da Espanha.

O time alemão utilizou nos treinos os dois pilotos titulares, Nico Rosberg e Lewis Hamilton, além do carro de 2013. Red Bull e Ferrari se queixaram imediatamente da manobra da rival e levaram o caso para a FIA, que, por sua vez, enviou o episódio para julgamento. Mercedes e Pirelli foram ouvidas na última quinta-feira em Paris.

Perguntado sobre a situação da empresa de Milão, o homem forte da F1 afirmou ao jornal inglês 'The Guardian' que possui, sim, um acordo com a fornecedora. "Nós temos um contrato com a Pirelli para o próximo ano", disse Ecclestone, acrescentando, entretanto, que um novo vínculo ainda não foi firmado com a FIA. "Mas a Pirelli não tem um acordo com a FIA", disse, se referindo a 2014.

O contrato com a entidade máxima se encerra no fim desta temporada.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube