Elías, Glock, Petrov, Latifi: pilotos que meteram bedelho onde não foram chamados

Piloto da Williams é a bola da vez, mas não foi o único coadjuvante a ter impacto decisivo em uma disputa de título no esporte a motor

Quem nunca se meteu onde não deveria, não é mesmo? No esporte a motor, isso vira e mexe acontece, mas alguns poucos azarados acabam com o questionável privilégio de ficarem marcados na história por terem interferido em uma disputa de título.

Na Fórmula 1, Nicholas Latifi é a bola da vez, mas o piloto da Williams tem colegas que passaram pela mesma situação: Timo Glock interferiu sem querer na briga entre Felipe Massa e Lewis Hamilton em 2008, enquanto Vitaly Petrov atrapalhou o sonho de Fernando Alonso de barrar o título de Sebastian Vettel em 2010.

Na MotoGP, a interferência foi de Toní Elías, mas não aconteceu na corrida final. O espanhol derrotou Valentino Rossi por só 0s002 no GP de Portugal, penúltima etapa de 2006, e tirou do italiano os cinco pontos que foram decisivos na derrota para Nicky Hayden na disputa pelo título.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

GRANDE PRÊMIO lança especial que celebra carreira de Valentino Rossi. ACESSE
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar