Eliminado no Q1, Maldonado vê retrocesso na Williams: “Voltamos para condição de 2 anos atrás”

Pastor Maldonado não ficou nada satisfeito com o ritmo da Williams no treino classificatório deste sábado (16). Venezuelano foi eliminado no Q1, fase inicial do treino que define o grid de largada

 

Antes de a chuva tumultuar o treino classificatório deste sábado (16), Pastor Maldonado já vivia um drama na Austrália. Sem conseguir encontrar um bom ritmo para o FW35 no circuito de Albert Park, o venezuelano não conseguiu exibir um bom ritmo em Melbourne acabou eliminado ainda no Q1, a fase inicial da sessão que define o grid de largada.
 
Insatisfeito, Maldonado não mediu palavras e apontou para um retrocesso da equipe de Grove. O piloto indicou que o time tem de trabalhar rápido para conseguir melhorar seu desempenho na temporada 2013. 
Maldonado afirmou que Williams não conseguiu melhor acerto para Albert Park (Foto: Getty Images)
“Acho que nós voltamos para a condição em que o time estava dois anos atrás”, avaliou. “Precisamos trabalhar duro para resolver os problemas.”
 
“No momento, não possível guiar o carro e nós precisamos trabalhar. É isso”, afirmou o companheiro de Valtteri Bottas.
 
Na visão do piloto, a Williams não conseguiu encontrar o acerto ideal para o circuito australiano. “Por qualquer razão, não adaptamos nosso carro a esta pista, qualquer que seja a condição”, explicou Maldonado. “No molhado, nós éramos lentos. No seco, também”, mencionou. 
 
“O ritmo para amanhã parece ser bem melhor, mas o ritmo de classificação é muito ruim”, considerou o descontente Pastor. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube