Eliminado no Q1 da classificação em Mônaco, Alonso reconhece: “Não tínhamos ritmo”

Esteban Ocon ampliou o placar da 'goleada' em cima de Fernando Alonso em classificações. Agora, o francês tem 4 a 1 nesta temporada. O bicampeão prevê um GP de Mônaco bem difícil ao largar em 17º neste domingo

A classificação deste sábado (22) para o GP de Mônaco não foi das melhores para Fernando Alonso. O bicampeão, que não andou em nenhum momento no top-10 dos treinos livres, ficou para trás e nem passou do Q1, conseguindo apenas o 17° lugar no grid de largada. Após a sessão, o espanhol disse que fará questionamentos à Alpine e tentará desatar os nós no AT02.

“Acho que ainda há alguns pontos de interrogação para a equipe resolver”, disse Alonso. “Penso que em Portugal e em Barcelona conseguimos ser bastante competitivos, enquanto aqui estávamos com tempos muito lentos, por isso ainda estamos analisando um pouco os dados”, seguiu.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Fernando Alonso não teve vida fácil em Mônaco neste sábado (22) (Foto: Alpine)

Além de não ter avançado sequer ao Q2, Alonso viu seu companheiro de equipe, Esteban Ocon, mais uma vez passar à frente – o que vem acontecendo de forma recorrente nesta temporada. Inclusive, com o resultado, Alonso foi superado por seu companheiro de equipe em quatro provas seguidas. A última vez que aconteceu isso foi com Felipe Massa, entre os GPs do EUA de 2012 e da Malásia de 2013.

No entanto, o espanhol afirma que o problema não é a falta de confiança. O pouco ritmo do carro é um dos culpados para a falta de desempenho e a dificuldade para conseguir um resultado mais positivo.

“Acho que a confiança [no carro] estava boa. Guiei e extraí o máximo. É sempre um pouco confuso no Q1 com tráfego e coisas assim, não era o ideal”, lamentou.

“Mas não acho que tenha sido esse o motivo de estar fora do Q2, não tínhamos ritmo. Acho que durante todo o fim de semana temos lutado um pouco com o ritmo. Esperava-se mais de nós em Mônaco, mas não entregamos. A corrida vai ser difícil largando lá atrás, sem dúvida. Mas vamos ver o que podemos fazer”, concluiu.

Fórmula 1 volta a acelerar em Mônaco neste domingo, com a corrida que acontece às 10h, sempre com transmissão ao vivo pelo canal por assinatura BandSports e também pelo serviço de streaming F1 TV Pro. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar