Em cartão de Natal, Ecclestone satiriza, vira noivo e mostra casamento entre FOM e FIA

No cartão de Natal deste ano, Bernie Ecclestone resolveu “casar” com a FIA em uma tentativa bem-humorada de mostrar que o mundo da F1 está torcendo por uma união entre os detentores dos direitos comerciais e a entidade que rege o esporte

Como acontece todos os anos, Bernie Ecclestone usa as festas de fim de ano para satirizar a F1 por meio de cartões de Natal muito bem-humorados, que são enviados aos amigos e pessoas mais próximas. Desta vez, o chefão revela que o mundo da F1 torce por um “matrimônio” entre os detentores dos direitos comerciais do Mundial e a FIA, a Federação Internacional de Automobilismo.

No cartão, Ecclestone, presidente da FOM, a empresa que administra e detém os direitos comerciais da categoria, aparece como “noivo” e de mãos dadas com Jean Todt, mandatário da entidade máxima do esporte, depois do “casamento”, que teve como sacerdote Luca di Montezemolo, o presidente da Ferrari. Ao redor, várias figuras do paddock, como os chefes Christian Horner, Ross Brawn, Monisha Kaltenborn e Eric Boullier, aplaudem a esperada união.

Cartão de Natal deste ano de Bernie Ecclestone (Foto: Reprodução)

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube