Em choque, Lauda afirma que Schumacher “não faria nenhuma loucura na frente do filho”

Niki Lauda disse que Michael Schumacher é “muito bom esquiador” e não consegue entender como o “maior piloto de todos” sobreviveu às pistas para sofrer um acidente de esqui: “Poderia ter acontecido com qualquer um”

Acompanhe o noticiário completo sobre o acidente de Michael Schumacher

Niki Lauda, que sabe muito bem o que é lutar pela vida, disse estar chocado com a delicada situação que Michael Schumacher está encarando. O heptacampeão mundial está internado há quatro dias em coma induzido na França devido a um acidente de esqui em Méribel, nos Alpes. A situação é crítica, embora tenha permanecido estável nas últimas 24 horas.

Tricampeão da F1, o austríaco duvida que Schumacher, apesar de esquiar fora da pista no momento da queda, estivesse fazendo algo imprudente – não na frente do filho, Mick, 14, que o acompanhava.

Lauda disse que está em choque com o acidente de Schumacher (Foto: Mercedes F1)

“Michael é muito bom esquiador e o que aconteceu com ele poderia ter acontecido com todos. Ele é um homem perfeito, sólido, fora de série”, falou ao jornal ‘The Guardian’.

“Ele não assumiria riscos desnecessários. Não é estúpido. Eu creio, com toda a certeza, que ele não faria nenhuma loucura na frente do filho”, asseverou.

Para Lauda, é “completamente chocante e inexplicável o porquê de este grande piloto, que ganhou sete títulos mundiais em mais de 300 corridas e sobreviveu, passar por algo assim”. “É trágico”, resumiu.

“Ele foi o maior piloto de todos, com sete títulos. Só o Juan Manuel Fangio chega perto dele, com cinco. Era o corredor perfeito, com velocidade, instinto e um grande conhecimento técnico”, declarou.

Lauda e Schumacher trabalharam juntos por um curto período de tempo na Mercedes no fim de 2012.

As imagens da carreira de Michael Schumacher

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube