F1

Em dia de quilometragem alta, Vettel segura tempo da manhã para voltar a liderar testes da F1 em Barcelona

Sebastian Vettel novamente encabeçou a tabela de tempos da F1 em Barcelona nesta terça-feira (23). O ferrarista liderou o segundo dia com o tempo de 1min22s810, registrado ainda pela manhã com os novos pneus ultramacios da Pirelli. Também chamou atenção a alta quilometragem acumulada pelas principais equipes do grid, que ultrapassaram sem muito esforço a marca de 100 voltas
Warm Up / Redação GP, de Curitiba
 Sebastian Vettel (Foto: Getty Images)


Em um dia marcado pela alta quilometragem acumulada pelas principais equipes do grid, a Ferrari novamente determinou o ritmo em Barcelona nesta terça-feira (23), segunda sessão de testes coletivos da F1 para a temporada 2016. E o responsável por conduzir a SF16-H de novo foi o tetracampeão Sebastian Vettel, que andou bem mais que ontem. O alemão percorreu mais de 120 voltas hoje e não enfrentou qualquer tipo de problema mecânico ou eletrônico.
 
Aliás, a esquadra vermelha vem impressionando pela consistência e velocidade, mostrando grande evolução na comparação com 2015. O melhor tempo de Vettel veio ainda pela manhã, quando o piloto fez uso dos pneus ultramacios da Pirelli – o composto é a principal novidade da fornecedora italiana para esse ano e foi utilizado pelos times nesta terça pela primeira vez. Com os ‘roxos’, o ferrarista virou 1min22s810 pouco antes da pausa do almoço.
Sebastian Vettel foi o mais veloz no segundo dia de testes coletivos da F1 em Barcelona (Foto: Getty Images)
À tarde, ninguém conseguiu bater a marca, daí a liderança pelo segundo dia consecutivo. Na sessão vespertina, a Ferrari trabalhou ainda mais com o acúmulo de quilometragem, fazendo valer longos trechos também com pneus macios e médios. Sebastian chegou a usar os ultramacios novamente, mas, provavelmente com tanque mais cheio, acabou virando voltas mais lentas, na casa de 1min29s, 1min30s. Ainda assim, a confiabilidade parece ser o ponto forte da nova criação de Maranello. 
 
O segundo melhor registro do dia foi feito por Daniel Ricciardo. Assim como Vettel pela manhã, o australiano posicionou a Red Bull entre os ponteiros ao calçar o RB12 com os compostos ultramacios no fim da manhã. Na verdade, os dois ex-companheiros de equipe travaram uma divertida disputa antes do almoço, mas o alemão da Ferrari acabou levando a melhor. Na tabela, a diferença entre eles ficou em 0s715. 
 
Ricciardo também priorizou a análise da confiabilidade no período da tarde e ultrapassou a marca de 100 giros pelo autódromo catalão. A Red Bull não sofreu qualquer problema também, o que permitiu um grande tempo de pista. Daniel alternou stints com os macios e os médios. Usando esses últimos, os tempos de volta ficaram na casa de 1min29s. 
 
A sessão também viu com surpresa o bom desempenho da Force India novamente, hoje guiada pelo titular Sergio Pérez. A equipe indiana cresceu em consistência e confiabilidade. E o mexicano conseguiu se colocar em terceiro à tarde, quando iniciou o primeiro stint da sessão ainda com pneus macios. 
 
Pérez foi melhorando aos poucos, especialmente depois de andar com os supermacios. Começou virando em 1min24s alto até atingir a marca que o estabeleceu no top-3: 1min23s650, pouco mais de um décimo atrás de Ricciardo. No fim, quando ficou a 0s8 do tempo do líder.
 
A Mercedes continuou somando quilometragem com o W07. Nico Rosberg assumiu o carro nesta terça e foi além do que fez Lewis Hamilton ontem. Também ultrapassando o registro de 150 voltas, a esquadra prateada se mostrou rápida com os pneus médios e impressionou em velocidade. Como parece ser a marca do time chefiado por Toto Wolff, ninguém andou mais que os alemães que, assim como ontem, não sofrerem com falhas de nenhuma ordem.

A Sauber continuou andando com o seu C34, ainda com o objetivo de coletar informações para o projeto do novo carro. Marcus Ericsson de novo foi quem esteve ao volante do carro do ano passado. O sueco se manteve em quinto por grande parte da tarde, guiando 2s4 acima do tempo de Vettel. Assim, como os ponteiros, Ericsson também ultrapassou os 100 giros nesta terça, mas a marca veio apenas na hora final do dia. 
 
Esteban Gutiérrez teve a chance de andar com a Haas pela primeira vez hoje. Não sofreu com falhas como Romain Grosjean no dia inicial e pode mostrar alguma consistência do novo carro da equipe estreante. Foram mais de 70 voltas e o tempo de 1min25s524, que surgiu só no fim da sessão e serviu para superar Valtteri Bottas, da Williams. O finlandês fechou seu último dia de treinos desta semana com o tempo de 1min25s872, 3s pior que Vettel. Contudo, Bottas foi capaz de andar por 129 voltas.
Nico Rosberg andou por mais de 170 voltas nesta terça-feira (Foto: Getty Images)
A Manor seguiu em seu bom ritmo, andando cerca de cinco segundos mais veloz que no último ano. Pascal Wehrlein acabou andando o dia todo, na verdade. A esquadra inglesa havia planejado colocar Rio Haryanto à tarde, mas mudou de ideia e deixou o alemão por mais tempo. No fim, o campeão do DTM conseguiu a oitava colocação da tabela de tempos, logo à frente de Fernando Alonso.

O bicampeão da McLaren foi o responsável pelos testes do carro inglês hoje. E também conseguiu impor uma grande quilometragem. Foram 119 giros ao todo. O espanhol andou com os pneus médios pela manhã e priorizou os macios à tarde, quando foi capaz de melhorar suas marcas e atingir 1min26s082, 3s2 mais lento que o líder Sebastian Vettel. 
 
A Renault, por usa vez, viveu outro dia complicado e teve de encerrar bem mais cedo seus trabalhos. Jolyon Palmer ficou parado na curva 2 ainda no início da tarde, aparentemente com problemas de motor. E não voltou mais. Ficou mesmo com o décimo melhor tempo do dia e 42 passagens pela pista espanhola. A última posição da tabela acabou nas mãos de Max Verstappen. Depois de um problema na caixa de câmbio ontem, a Toro Rosso foi mais cautelosa hoje. Ainda assim, o jovem holandês andou por mais de 110 voltas.

Nos minutos finais, em sua última saída à pista, Vettel acabou parado na curva 2, o que abreviou o fim das atividades deste segundo dia de treinos coletivos. Amanhã, a F1 retorna para a penúltima sessão desta semana na Espanha.

F1, testes coletivos, Barcelona, dia 2:
_ cor do tempo respectiva ao pneu usado


1 5 SEBASTIAN VETTEL ALE FERRARI 1:22.810   126
2 3 DANIEL RICCIARDO AUS RED BULL TAG HEUER 1:23.525 +0.715 112
3 11 SERGIO PÉREZ MEX FORCE INDIA MERCEDES 1:23.650 +0.840 101
4 6 NICO ROSBERG ALE MERCEDES 1:24.867 +2.057 172
5 9 MARCUS ERICSSON SUE SAUBER FERRARI 1:25.237 +2.427 108
6 21 ESTEBAN GUTIÉRREZ MEX HAAS FERRARI 1:25.524 +2.714 79
7 77 VALTTERI BOTTAS FIN WILLIAMS MERCEDES 1:25.648 +2.838 134
8 94 PASCAL WEHRLEIN ALE MANOR MERCEDES 1:25.925 +3.115 71
9 14 FERNANDO ALONSO ESP McLAREN HONDA 1:26.082 +3.272 119
10 30 JOLYON PALMER ING RENAULT 1:26.189 +3.379 42
11 33 MAX VERSTAPPEN HOL TORO ROSSO FERRARI 1:26.539 +3.729 121

Os pneus são... 
ultramacios | supermacios | macios | médios | duros
VEJA A EDIÇÃO #16 DO PADDOCK GP, COM RAFAEL PASCHOALIN