Em “direção diferente”, Lotus afirma que ‘bico-tomada’ do novo E22 está dentro das regras

Nick Chester, diretor técnico da Lotus, afirmou que a equipe britânica está confiante que o E22 segue todas as regulamentações da FIA

Nesta terça-feira (28), a Lotus voltou a comentar sobre o E22 e o seu excêntrico 'bico-tomada'. O diretor-técnico Nick Chester disse que a confiança em Enstone está alta e que acredita que nada no regulamento da FIA possa impedir o E22 de seguir o projeto original.
 
“Como todos sabem, nós passamos no teste de impacto e estamos muito confiantes que nosso design está adequado às regras da FIA. Apenas optamos por uma direção diferente da que as outras equipes tomaram”, explicou Chester.
 
O diretor ressaltou que não se importa com os comentários e que o burburinho é normal, visto que a Lotus seguiu um caminho totalmente oposto ao das outras.
 
“Quando há uma grande variação em relação ao design padrão, sempre se comenta muito, mas estamos focados no nosso progresso”, garantiu o diretor-técnico.
 

Nick Chester está confiante que o E22 segue todas as normas da FIA (Foto: Lotus F1/Twitter)

Chester comentou a aparência dos carros de 2014 e se disse satisfeito e ansioso para ver o E22 nas pistas.
 
“Por enquanto existem algumas soluções elegantes e algumas que não são nada bonitas. Estamos muito contentes com a nossa e ansiosos para ver como o E22 se sairá nas pistas”, disse Chester.
 
O diretor-técnico concluiu afirmando que o E22 está muito próximo de ser finalizado e que a expectativa é de estar nos testes em Bahrein.
 
“A construção está bem avançada, acredito que estaremos prontos para os testes no Bahrein”, fechou o britânico.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube