Em êxtase, Ricciardo celebra primeiro pódio em estreia pela Red Bull: “É um pouco surreal agora”

Pela primeira vez no pódio e justamente diante de sua fanática torcida, australiano da Red Bull mantém os pés no chão, mas enxerga evolução na equipe: Ainda não temos o ritmo da Mercedes, mas é um resultado que nos traz definitivamente muito progresso"

 

Daniel Ricciardo não poderia ter sonhado com uma estreia melhor na Red Bull. Depois da problemática pré-temporada, onde o RB10 sofreu com problemas de confiabilidade e no trabalho em parceria com os motores Renault, cogitar um desempenho competitivo no GP da Austrália parecia algo completamente fora da realidade para o time austríaco.
 
No entanto, embora Sebastian Vettel tenha sofrido em Melbourne – tanto na classificação quanto na corrida –, o piloto do carro #3 não pode dizer o mesmo: quase ficou com a pole no sábado, largou na primeira fila e fechou seu desempenho neste domingo (16) com o primeiro pódio de sua carreira, logo em sua estreia pela matriz rubrotaurina.

Daniel Ricciardo celebra primeiro pódio da vida (Foto: Getty Images)

“Se eu olhar para trás, para onde estávamos três semanas atrás, nunca havíamos feito distância de corrida até hoje, então eu não tinha tanta confiança de que veria a bandeira quadriculada ou uma posição no pódio”, afirmou Ricciardo, que completou pouco mais de 70 voltas na soma dos 12 dias de testes entre Jerez de la Fronteira e Sakhir, no Bahrein.
 
“A equipe trabalhou muito duro no inverno e teve muita garra. Ainda não temos o ritmo da Mercedes, mas é um resultado que nos traz definitivamente muito progresso aqui. Estou muito feliz, é um pouco surreal agora”, comemorou o extasiado australiano.
 
Daniel também celebrou o evento na Austrália. Em sua terra natal, o piloto da Red Bull não só contou com o apoio habitual dos ‘aussies’ como também levou as arquibancadas a um nível de êxtase comparável ao dos estádios de futebol em vários momentos do domingo.
 
“Isso tem uma importância louca – o apoio à F1 em geral, todos que estão por trás do evento. Os pilotos caminham pelo circuito e todos querem autógrafos. Isso é um pouco a mais comigo, por ser o único australiano no grid. É mais do que eu poderia ter imaginado, e às vezes é até um pouco embaraçoso, mas é legal e muito positivo”, encerrou.

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube