Em franca ascensão, McLaren comemora resultados de Alonso e Button no GP da Malásia: “Confirmação real do progresso”

A McLaren teve um grande desempenho neste fim de semana em Sepang. Com o motor atualizado, Fernando Alonso andou sempre entre os dez primeiros colocados e terminou o GP da Malásia em sétimo. Jenson Button, mesmo tendo levado azar com o segundo safety-car virtual, acabou em nono, somando pontos preciosos para o time. Éric Boullier ficou satisfeito com a clara evolução no desempenho da equipe

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

A McLaren confirmou a fase ascendente na temporada 2016 da F1. Durante os treinos do GP da Malásia, por exemplo, Fernando Alonso esteve sempre no rol dos dez mais rápidos, impulsionado pelo motor atualizado da Honda. Na corrida, Alonso, mesmo depois de ter largado em último — em razão da punição por troca de motor — teve uma grande reação e terminou em sétimo lugar. Jenson Button também foi bem e, mesmo levando azar com sua estratégia e sendo prejudicado pelo acionamento do segundo safety-car virtual, cruzou a linha de chegada em nono.
 
O resultado, como um todo, consolidou a McLaren como a sexta melhor equipe do Mundial de Construtores. Agora, o time de Woking soma 62 pontos, contra 47 da Toro Rosso, em sétimo. Mais do que a tabela dos pontos, a McLaren confirmou o bom ritmo de um carro que agora consegue se colocar regularmente no top-10 e às vezes andando até mesmo à frente de Williams e Force India, como foi visto no fim de semana em Sepang.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

A McLaren foi um dos grandes destaques do fim de semana em Sepang (Foto: Pirelli)
A performance na Malásia foi motivo de festa para Éric Boullier. “Terminar com os dois carros nos pontos depois que um largou na última posição do grid é um resultado extremamente satisfatório e uma confirmação real do progresso que seguimos fazendo na McLaren-Honda.”
 
“A divisão de estratégias proporcionou benefícios tanto a Fernando como a Jenson, e os mecânicos fizeram cinco paradas, incluindo uma dupla, o que é sempre um momento estressante em qualquer corrida. Talvez a reação de Alonso no grid tenha sido beneficiada por um oportuno safety-car virtual, mas ele já estava dentro dos dez primeiros antes de ter feito sua última parada. Ele tirou proveito de nossa estratégia agressiva de três paradas e pilotou com toda a sua força e determinação até recuperar dez posições só na primeira volta”, destacou.
 
O diretor de corridas da McLaren também comentou a jornada de Jenson Button durante a corrida na Malásia. “Jenson não foi menos impressionante em seu GP de número 300, mas vimos que ele teve azar ao fazer sua segunda e última parada apenas algumas voltas antes que o safety-car virtual deu aos seus rivais um pit-stop inesperado.”
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

“Para ser claro, a estratégia de duas paradas era a mais rápida no papel, e ele estava bem posicionada para o restante da corrida até a chegada do safety-car virtual. O automobilismo é assim, mas todos sabemos que Jenson merece algo melhor que o nono lugar e tenho certeza que tudo vai correr em seu favor nestas últimas cinco corridas. Agora vamos nos concentrar no próximo GP em Suzuka, dentro de sete dias”, complementou.

 
Agora, o clima é de muita ansiedade para o GP do Japão, casa da Honda, como lembrou Yusuke Hasegawa, chefe da montadora para a F1. “As atuações brilhantes de hoje e o resultado duplo dentro dos pontos são uma grande motivação para a McLaren-Honda. Estou muito contente pelas atuações dos nossos pilotos hoje, com muitas lutas na pista. A equipe também fez um grande trabalho apostando por uma estratégia sólida e que nos permitiu levar os dois carros aos pontos. Lutamos intensamente contra Williams e Force India durante a corrida e é uma pena que não pudéssemos terminar à frente de todos eles, mas acho que tivemos um ritmo de corrida muito forte, de modo que é um resultado alentador frente ao nosso GP em casa, em Suzuka.”
PADDOCK GP #48 RECEBE DENNIS DIRANI E DISCUTE MOTOGP, STOCK CAR E F1

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube