Em nome da continuidade, Haas renova com Grosjean e mantém dupla para 2020

Kevin Magnussen segue com Romain Grosjean como companheiro de equipe em 2020. A Haas confirmou a renovação de contrato com o francês, descartando Nico Hülkenberg. O alemão fica em situação delicada para seguir na F1

A dupla da Haas, alvo de tanta especulação ao longo de 2019, acaba seguindo igual para 2020. A equipe americana confirmou na manhã desta quinta-feira (19) a decisão de renovar o contrato de Romain Grosjean, que segue ao lado de Kevin Magnussen.
 
O anúncio é um duro golpe para Nico Hülkenberg, que tinha na Haas a grande esperança de seguir na Fórmula 1 após perder vaga na Renault. O alemão era visto como uma alternativa para uma equipe que recusa jovens talentos, mas o que contou mesmo no fim das contas foi a aposta na continuidade – Guenther Steiner, chefe de equipe, acredita que é só assim que se pode superar o 2019 difícil, com performances decepcionantes.
 
“A experiência, assim como a necessidade de contar com ela, é um dos pilares da Haas”, disse Steiner ao confirmar Grosjean. “Com Grosjean e Magnussen correndo pela equipe em 2020, vamos continuar com uma dupla de pilotos que nos oferece uma plataforma sólida de crescimento. O entendimento que eles têm de como trabalhamos como equipe, e o nosso conhecimento a respeito de o que eles podem oferecer atrás do volante, nos dá uma continuidade e uma base sólida para crescer. Está sendo um ano duro para nós em 2019, com a performance flutuante do VF-19, mas nossa habilidade de usar experiências conjuntas vai nos ajudar a aprender, melhorar e ir em frente como uma unidade em 2020”, seguiu.
Romain Grosjean e Kevin Magnussen: tudo igual na Haas para 2020 (Foto: Haas)

Para Grosjean, o novo contrato – que não teve duração revelada – representa uma sobrevida na F1. O francês, presente no grid de forma ininterrupta desde 2012, viu-se em apuros por conta do 2019 difícil.

 
“Eu sempre disse que meu desejo era continuar com a Haas e seguir construindo em cima das conquistas da equipe. Estando aqui desde o começo e vendo o trabalho que o Gene Haas e o Guenther Steiner fizeram para tornar a equipe competitiva, é natural que eu esteja muito feliz por continuar fazendo parte disso”, apontou.
 
A Haas está em penúltimo no Mundial de Construtores, superando apenas a Williams. A equipe já está em Singapura, país que recebe a F1 neste fim de semana.
 
O GP de Singapura acontece entre os dias 20 e 22 de setembro, com cobertura completa do GRANDE PRÊMIO. O circuito tem 5.063m e 23 curvas. 
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube