Em novo drama e com só 3 voltas completadas, Red Bull antecipa fim das atividades nesta quinta

Após problemas com Sebastian Vettel, foi a vez de Daniel Ricciardo sofrer com o RB10. A equipe austríaca vem enfrentando enorme dificuldade para se adaptar aos novos motores

Nesta quinta-feira (30), o drama da Red Bull teve continuidade. A equipe austríaca segue com grandes problemas para se adaptar ao novo motor da Renault, e o RB10 foi o carro que menos deu voltas nos três primeiros dias de testes em Jerez. Por isso, a esquadra comandada por Christian Horner decidiu encerrar bem mais cedo as atividades de hoje na pista espanhola. 
 
Ainda na volta de verificação, Daniel Ricciardo teve problemas com seu carro, causando uma bandeira vermelha. A equipe trabalhou e tentou soltar o australiano na pista, porém, Ricciardo não conseguiu nada além de uma volta para instalação e outra para levar o RB10 para os boxes.
 
Em três dias – dois com o tetracampeão Sebastian Vettel e um com Daniel Ricciardo –, a Red Bull fez apenas 14 voltas, a maioria delas de instalação e de ida aos boxes.

Daniel Ricciardo não conseguiu completar um único giro com o RB10 (Foto: Xavi Bonilla/Grande Prêmio)

 Os problemas com o motor V6 da Renault não são exclusividade dos austríacos, a Caterham e a Toro Rosso combinam para apenas 57 voltas nos três primeiros dias.
 
Até aqui, os motores Mercedes sobram. Já são 361 voltas, com McLaren, Mercedes, Williams e Force India. A Ferrari também mostra bom desempenho, com 198 voltas realizadas entre a escuderia italiana e a Sauber. A Renault tem apenas 71, com Caterham, Red Bull e Toro Rosso. 

O engenheiro da Red Bull Andy Damerum, explicou que a equipe trabalhou muito após os testes de quarta, mas que outros problemas surgiram. O engenheiro mostrou muita confiança e garantiu que os problemas serão solucionados.

“Nós trabalhamos duro ontem para fazer as mudanças que achávamos necessárias para solucionarmos os problemas que tínhamos identificado. A expectativa era de um bom desempenho hoje. Infelizmente, resolvemos um problema, mas outros apareceram. De qualquer forma, nós somos especialistas nesse tipo de situação, o time inteiro se concentra junto e tenho certeza que vamos arrumar tudo” , disse Damerum. 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube