Em pesquisa da Associação dos Pilotos, fãs da F1 colocam Red Bull bem à frente da Ferrari como marca mais dominante

Popular entre os jovens, a Red Bull ganhou destaque na pesquisa feita pela Associação dos Pilotos como a marca de maior presença entre os fãs da F1. A empresa de energéticos aparece bem à frente da Ferrari

Os fãs da F1 elegeram a Red Bull como a marca de maior presença no Mundial. A marca dos energéticos aparece na frente de empresas tradicionais como Marlboro, Ferrari e Rolex em uma pesquisa recente feita pela Associação dos Pilotos de GPs.
 
A pesquisa da GPDA, lançada no fim de semana do GP de Mônaco, tinha o intuito de alcançar uma resposta precisa a respeito do que os torcedores realmente querem, e foi respondida por 217 mil pessoas de 194 países.
Red Bull aparece como a marca mais popular da F1 (Foto: Reprodução/Twitter)
De acordo com os resultados da pesquisa, os fãs rejeitam uma revolução profunda na F1, mas cobram uma categoria mais disputada. Além disso, o estudo também mostrou que o piloto preferido dos torcedores na história do Mundial é Ayrton Senna, com Kimi Räikkönen sendo o favorito da atualidade.
 
 A pesquisa pediu para que os torcedores listassem cinco marcas que patrocinam a F1 e quase metade dos 130 mil que responderam a questão citaram a Red Bull.
 
“Em primeiro lugar, esta é a razão pela qual a Red Bull está na F1, para atrair atenção ao produto principal, que, obviamente, é o energético”, disse Christian Horner, chefe da Red Bull, à publicação norte-americana ‘Motorsport.com’. “É ótimo ver esses resultados em termos de reconhecimento da marca, particularmente com a diferença para outras marcas bem conhecida”, ressaltou.
 
Segunda colocada na pesquisa, a Shell ficou 19% atrás da Red Bull, que recebeu 46% dos votos. Mesmo sem poder ter sua marca exibida na F1 desde 2007, a Marlboro ficou com o terceiro posto no estudo da GPDA, com 24%. A Martini aparece na sequência, com 22%, à frente de Petronas (22%), Santander (20%), Pirelli (14%), Ferrari (13%), Mercedes-Benz (13%) e Rolex (11%).
 
Questionado se a pesquisa mostra que a F1 não está mais tão centrada na Ferrari, Horner avaliou: “A Red Bull é uma boa adição a F1, e a F1, da forma como evolui, é mais do que só a Ferrari. Isso mostra o poder da nossa marca. Você pode ver isso na pesquisa”.
 
A Martini, que voltou à F1 em 2014, também se beneficiou bastante de seu envolvimento com o esporte e hoje aparece no mesmo nível da Petronas, que fornece lubrificantes ao time de Lewis Hamilton e Nico Rosberg.
 
“Acho que é ótimo ver um patrocinador que só voltou ao esporte há uma temporada e meia ter tal ressonância”, avaliou Claire Williams, chefe-adjunta da Williams. “Acho que isso mostra que a Williams deve estar fazendo alguma coisa certa”, ponderou.
 
A pesquisa também indica que a marca com um bom histórico no Mundial também tem mais apelo entre os fãs.
 
“Tenho certeza de que isso se deve ao histórico poderoso da Martini neste esporte”, avaliou Claire. “Claramente tem um papel nisso”, continuou.
 
“Mas agora ela está envolvida na jornada da Williams e em toda aquela transformação desde 2013. Nós conversamos bastante sobre isso e isso mostrou um novo início para a Williams”, falou Claire. “Efetivamente, a Williams Martini Racing é uma nova marca, e conseguir isso não é fácil, mas as pessoas claramente compraram a ideia. Eles gostam da gente, e isso é ótimo”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube